Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

twitter.com/reporter_70

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'Se pudesse, vetava todo o Fundão', disse o presidente Jair Bolsonaro

Repórter 70

Hora de negociar
A partir de segunda-feira, a Companhia de Saneamento do Pará começará a negociar os débitos de consumidores em 53 cidades.

Fim das férias
Milhares de pessoas embarcaram pelo Terminal Rodoviário de Belém em direção aos balneários do Estado.

Legenda (J.Bosco)

"Se pudesse, vetava todo o Fundão.”

O presidente Jair Bolsonaro voltou a sinalizar que poderá vetar mais de R$ 2 bilhões do fundo eleitoral. Ele mantém o discurso de que tem que aprovar a ferramenta para não incorrer no crime de responsabilidade. A declaração foi dada, ontem pela manhã, durante entrevista a uma emissora de rádio de São Paulo.

COVID-19
Delta


Está internado em um hospital privado de Belém um paciente suspeito de estar infectado pela variante Delta, uma mutação do novo coronavírus. A Diretoria de Vigilância em Saúde de Belém já foi notificada e o caso está sob investigação. O paciente, que já teria sido internado por covid-19 nos Estados Unidos, voltou a ter os sintomas quatro dias após chegar a Belém. Amostras de materiai do paciente e também da esposa dele já foram coletadas e enviadas para análise no Laboratório Central do Pará, mas também foram encaminhadas, ontem, para o Instituto Evandro Chagas, que é referência para o sequenciamento genético. Os resultados devem sair na próxima semana.

FOME
Campanha


A organização humanitária Aldeias Infantis SOS no Brasil acaba de lançar a campanha nacional de arrecadação para atenuar os efeitos da fome no país. A campanha #SOSCriançasSemFome conta com doações pelo site oficial da organização e tem objetivo de prestar apoio a mais de 1,8 mil famílias que já são atendidas, incluindo as venezuelanas em situação de refúgio no Brasil. Se houver excedente na arrecadação, a ideia é estender para mais famílias que, segundo levantamento do Datafolha, já somam 46% de brasileiros com queda de renda familiar no último ano, resultado do aumento do desemprego e redução do auxílio emergencial.

Vulneráveis

Pelo levantamento, estima-se que 10,3 milhões de pessoas não têm o que comer e estão vivendo em situação de extrema vulnerabilidade. Desses, cerca de 4,7 milhões são crianças e adolescentes que não estão em condições de se alimentar diariamente, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No Brasil, a Aldeias Infantis SOS atua há 54 anos e mantém mais de 70 projetos em 31 localidades de Norte ao Sul do país.


CRATERA
Acidente


Moradores da rua Nova, próximo à travessa Angustura, em Belém, reclamam de um buraco deixado por uma obra da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa). De tão grande, o buraco engoliu um veículo modelo Kombi. O motorista não se machucou, mas creditou o acidente à falta de sinalização no local. A Cosanpa reconheceu que a escavação é profunda, mas rebateu dizendo que o local está sinalizado. O órgão não respondeu sobre a previsão de conclusão das obras que estão em andamento para substituição da tubulação que atende a área.

JUSTIÇA DO TRABALHO
Memória


Quando foi criada, há 80 anos, a Justiça do Trabalho tinha oito regiões. A 8ª, que hoje atende Pará e Amapá,  possuía jurisdição em toda a Amazônia, com a sua sede em Belém, e guarda a memória da construção das relações trabalhistas na região. Como forma de resguardar os relatos históricos da Corte, estão sendo gravados vídeos com os integrantes do Pleno, compartilhando os aprendizados na Justiça do Trabalho. O primeiro a gravar foi o desembargador Vicente Malheiros, decano da Corte. Os vídeos serão disponibilizados no site do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região.

GEADA
Inflação


As fortes geadas que atingiram os Estados do centro-sul do País nesta semana poderão ter impacto direto sobre a mesa do paraense. Isso porque boa parte dos hortifrútis consumidos no Estado vem da região afetada pelo frio. Agricultores do Sul e Sudeste têm relatado perda da produção e economistas já avaliam que haverá impacto sobre os preços. Nos casos mais otimistas, o aumento deve ficar em torno de 0,1 ponto percentual. Com isso, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial no Brasil, pode fechar 2021 com alta acima de 7%. As maiores altas devem ser nas leguminosas.

Veraneio

E por falar em carestia, o veraneio deste ano já está marcado pelos preços altos na maioria dos balneários do Estado e, mais uma vez, o destaque ficou por conta de Salinópolis, onde uma refeição média para duas pessoas não está saindo por menos de R$ 100. O símbolo máximo dessa escalada de preços ficou por conta de um show de forró que teve ingressos vendidos por até R$ 700. Apesar das reclamações, as praias, bares e restaurantes ficaram lotados.

EM POUCAS LINHAS

Circulam nas redes sociais informações de que, por meio de chefias e sem deixar gravações da situação, agentes da Polícia Penal residentes no bairro do Guamá, em Belém, devem redobrar os cuidados, sob risco de novos ataques. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária mantém silêncio sobre o assunto.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância fez doações de 3.630 oxímetros e mais 1.815 termômetros aos municípios e Distritos Sanitários Especiais Indígenas, considerados prioritários no enfrentamento à pandemia da covid-19.

No Pará, 34 cidades receberam as doações, além dos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Roraima, Rondônia e Tocantins.

O açaí tão amado pelo paraense terminou o mês de julho com pequena queda no preço, mas isso ainda não é uma boa notícia porque a polpa continua cara.

A alta de janeiro a junho é de quase 29%, contra uma inflação calculada em 3,95% pelo INPC/IBGE para o mesmo período.

Na prática, um litro de açaí médio continua sendo vendido entre R$ 16 e R$ 22, um valor que pesa no bolso do consumidor.

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará retornará com o atendimento presencial nesta segunda-feira,  após interrupção por causa da pandemia.

Nas instalações da Corte é obrigatório o uso de máscaras.

O horário de atendimento será das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira, por ordem de chegada.

Mesmo com o retorno presencial, os atendimentos remotos continuam disponíveis.

Faz sucesso nas redes sociais a promoção criada por um restaurante em Recife (PE).

Para ter direito a um tradicional drink da casa, basta o cliente comprovar que tomou a vacina contra a covid-19.

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!