Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

twitter.com/reporter_70

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'Se cada um quiser criar um regime próprio, o Ministério da Saúde lamentavelmente não terá condições

Após anunciar que o Brasil começará a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19 a partir do próximo dia 15, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que os Estados que não respeitarem a “soberania” do Programa de Imunização Nacional (PNI)

Repórter 70

Volta às aulas
Após ter o prédio reformado, será reaberta, hoje, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Emiliana Sarmento Ferreira, em Belém.

Alimentação cara
A cenoura foi a vilã da carestia nos quinze primeiros dias deste mês. O preço subiu 22,01%, aponta o IPCA-15.

Marcelo Queiroga, ministro da saúde (J. Bosco)

"Se cada um quiser criar um regime próprio, o Ministério da Saúde lamentavelmente não terá condições de entregar doses de vacinas"

Após anunciar que o Brasil começará a aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19 a partir do próximo dia 15, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que os Estados que não respeitarem a “soberania” do Programa de Imunização Nacional (PNI) correm o risco de ficar sem vacinas. “O que queremos aqui é que nossa campanha siga de maneira equânime. O Brasil é uma só nação, um só povo”, frisou Queiroga.

AMAZÔNIA

Discursos

Presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou, ontem, que o Brasil precisa de uma política permanente para o desenvolvimento da Amazônia “sob pena de em curto prazo sofrer severas consequências”. Ele criticou o que chama de “intervenção” e “propaganda negativa” de outros países nas questões ligadas à região, e afirmou que, dentro do país, existem alguns interesses pouco republicanos em relação à Amazônia, e que há uma campanha de setores contra o governo. Mourão deu a declaração durante um seminário on-line do Instituto General Villas Bôas.

FOTÓGRAFO

Ameaça

O repórter fotográfico Edmar Barros publicou em suas redes sociais o relato sobre uma ameaça que recebeu via WhatsApp depois de ter divulgado imagens de queimadas em Lábrea, município situado ao sul do Estado do Amazonas. Em resposta às intimidações, o fotojornalista afirmou que quem o ameaçou não deve conhecer sua personalidade e muito menos seu trabalho. “Se eu tivesse medo de ameaças jamais teria escolhido o fotojornalismo como profissão”, escreveu na publicação, e, em entrevista à imprensa, afirmou desconfiar que a ameaça partiu de algum grileiro, madeireiro ou fazendeiro da região.

FARMACÊUTICOS

Eleições

Começou a temporada de eleições no Conselho Regional de Farmácia (CRF) do Pará, que está sob intervenção administrativa desde fevereiro deste ano, quando o então presidente Daniel Jackson Pinheiro foi afastado, acusado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Pará (MPPA) de vários crimes, como fraudes em licitações e lavagem de dinheiro na compra irregular de álcool em gel, em um esquema que teria desviado mais de R$ 2,8 milhões.

Renovação

Desde então assumiu como interventor o farmacêutico e conselheiro federal Romeu Cordeiro, que, agora, conduz o processo eleitoral que devolverá a presidência do CRF do Pará a um nome escolhido pela categoria. Das três chapas registradas, uma é apoiada pelo ex-presidente afastado, outra é formada por profissionais considerados também alinhados à antiga gestão, e a terceira, que pode ser considerada de oposição, com renovação de praticamente todo o quadro de conselheiros. A eleição está marcada para os dias 12 e 13 de novembro.

PROJETOS

Inovação

A Embrapa Amazônia Oriental acaba de firmar contrato com três empresas privadas, resultado do primeiro edital de inovação aberta, lançado em abril deste ano. A ideia é impulsionar o codesenvolvimento de soluções tecnológicas que tragam desenvolvimento e renda para a região amazônica, com a contratação dos chamados projetos tipo III, de desenvolvimento de inovações tecnológicas para a sustentabilidade. Os contratos das propostas aprovadas preveem o desenvolvimento de cultivares, arranjos inovadores e mecanização para sistemas agroflorestais, modelo de prestação de serviços ambientais e adubos orgânicos.

Parcerias

Uma das parcerias firmadas começou pela Região Metropolitana de Belém, com a empresa Amazonflora. O plano de trabalho prevê a entrega de adubos orgânicos e um processo agropecuário para adubação do açaizeiro em terra firme. Já no sudeste do Pará, a parceria é com a Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu (Camta). Com duração de 36 meses, a iniciativa prevê a entrega de sistema agroflorestal mecanizado sustentável, com evidências de indicadores para modelos de pagamentos por serviços ambientais. O objetivo é que o processo agropecuário seja replicável nas áreas de expansão da Camta e seja modelo para outras cooperativas.

Marajó

Outra iniciativa é o projeto “Super SAFs inovadores com novas cultivares de fruteiras e palmeiras nativas para o Marajó”, em parceria com a empresa Awí Superfoods, que trabalha com produção e processamento de frutas em São Sebastião da Boa Vista, no Marajó. O plano de trabalho do projeto tem duração de 48 meses e prevê entregar uma cultivar de pupunheira, quatro clonais de camucamuzeiro e uma de bacabi. Além disso, o projeto objetiva a introdução das novas cultivares e a capacitação de agentes multiplicadores de um produto agropecuário, a polpa de bacabi.

EM POUCAS LINHAS

► A reportagem “O mundo azul dos autistas”, do jornalista Celso Freire, da Rádio Liberal, está na final da primeira edição do prêmio “Saúde da Criança”, promovido pela Fundação José Luiz Egydio.

► Após a avaliação entre reportagens de todo o Brasil, a matéria especial foi selecionada pelos jurados como finalista na categoria áudio. Agora, um novo júri vai escolher a vencedora entre os três finalistas. O resultado sairá em setembro.

► As obras do novo centro de hemodiálise no Hospital Regional do Baixo Tocantins já foram iniciadas. O centro terá 22 máquinas e capacidade para 66 atendimentos diários, ou até 1.980 por mês, ofertando hemodiálise ambulatorial e nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

► A previsão é de que a unidade seja entregue no início do ano, para atender a população dos nove municípios da região.

► Para a cantora Fafá de Belém, vai ter Círio de Nazaré, sim. Ela já confirmou que trará convidados famosos para a capital paraense durante a festa nazarena.

► Para o almoço que antecede o Círio de Nazaré, ela escolheu a Ilha das Onças, e será recebida, junto com seus convidados, pelos empresários Renan Sawada e Virginia Pagno.

► O Hospital de Clínicas Gaspar Vianna está com inscrições abertas para três cursos nas áreas de suporte básico à vida e de cuidados intensivos em cardiologia.

► Com certificação internacional, o primeiro curso será sobre “Manejo de vias aéreas e ventilação mecânica”.

► Há dois dias o telefone 153, da Guarda Municipal de Belém (GMB), está fora do ar. O serviço gratuito oferecido pela corporação enfrenta problemas técnicos.

► Até que o número gratuito volte a funcionar, o contato com a GMB pode ser feito pelo celular 98457-2104. Ainda não há previsão de normalização do serviço.

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!