Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

twitter.com/reporter_70

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'Posso entregar hoje se ele quiser', diz Paulo Guedes

Repórter 70

Trânsito desviado
Motoristas devem ficar atentos a um desvio no viaduto José Augusto Afonso, na Augusto Montenegro. Motivo: obras na pista.

Segurança nas estradas
Começa hoje a operação “Carnaval 2021”, da Polícia Rodoviária Federal. A fiscalização mais rigorosa das estradas vai até quarta-feira (17).

Ministro Paulo Guedes (J. Bosco)

"Posso entregar hoje se ele quiser.”

Foi assim que reagiu, ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, após ser cobrado presidente da Câmara Federal, Arthur Lira (Progressistas-AL), a apresentar uma solução para uma nova rodada de auxílio emergencial. Guedes disse que o “protocolo” para dar segurança jurídica para a retomada do benefício está pronto, mas que é preciso o Congresso aprovar.

VACINAS

Embate

Os critérios de distribuição das doses das vacinas contra a covid-19 entre os Estados foram um dos principiais pontos de embate entre o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e os senadores, durante sabatina, ontem, no Congresso. O paraense Jader Barbalho (MDB) quis saber porque o Pará foi o Estado que, proporcionalmente, recebeu menos imunizantes. Na resposta, Pazuello admitiu que o governo paraense não é o único a reclamar. Segundo o ministro, o critério do Ministério da Saúde não é a população total, mas a quantidade de pessoas na lista de prioridades para a vacinação. No caso do Pará, esse grupo é formado por profissionais de saúde, indígenas, idosos e quilombolas.

Oxigênio

Jader não ficou convencido. Garantiu que, mesmo levando em conta apenas o grupo prioritário, o Pará estaria prejudicado já que recebeu apenas 2,1% dos imunizantes distribuídos. Pazuello ficou de encaminhar ao senador paraense uma explicação detalhada sobre as razões para essa discrepância. Em outro ponto da sabatina, o ministro prometeu que o governo federal vai implantar usinas de oxigênio em toda a região amazônica. “Não tem como continuar carregando tubos para lá e para cá”, disse ele, citando possíveis investimentos para o Amapá, Acre, Rondônia e Amazonas. O Pará não foi mencionado.  

CPI

Encerrada a reunião de Pazuello com os senadores, a avaliação é de que o ministro se mostrou inseguro em alguns pontos questionados. Com isso, cresce a pressão da oposição para a abertura, no Senado, de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a atuação do governo federal no combate à pandemia da covid-19. O pedido já conta com 31 assinaturas. São necessárias 27. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), prometeu que avaliaria a questão após a conversa do ministro com os senadores.

TUCANOS

Racha

Está cada dia mais escancarado o racha no PSDB e um dos motivos seria a ofensiva do governador de São Paulo, João Doria, para sacramentar uma candidatura ao Planalto. Entre os líderes da resistência a Doria, está o deputado federal paraense Celso Sabino. Ontem, o tucano usou as redes sociais e abriu o verbo contra o governador paulista a quem acusa de pagar assessores, com dinheiro público, “para tentar diminuir e atacar a todos que pensam diferente dele”.
isolamento

“Ele (João Doria) não sabe que maioria e liderança não se impõem, conquistam-se. E seus bajuladores não lhe permitem sentir o ‘pulsar das ruas’. Seu séquito lhe cega. Por isso, é crescente seu isolamento no partido. Se continuar agindo dessa forma, daqui a pouco, só restarão seus funcionários para ouvi-lo”, escreveu o paraense. Doria não respondeu ao parlamentar.

CONDENADO

Ex-prefeito

O ex-prefeito de São Caetano de Odivelas Rubens de Oliveira foi condenado pela Justiça Federal por crime de responsabilidade. Ele foi acusado por não prestar contas de R$ 550 mil recebidos do governo federal para a merenda escolar. As verbas foram repassadas ao município entre 2011 e 2012. A ação penal foi ajuizada em 2017, pelo Ministério Público Federal (MPF). A sentença estabeleceu pena de três anos e três meses de reclusão e mais o pagamento de multa. Como a pena não ultrapassou quatro anos, como o crime não foi cometido com violência e como o réu não é reincidente, a pena foi substituída por medida restritiva de direitos, a ser definida pela Justiça Federal. A sentença também inabilitou o ex-prefeito para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação, pelo prazo de cinco anos. Ainda cabe recurso.

FERIADOS

Varejo

Empresários e trabalhadores do setor varejista de Belém se reuniram e decidiram mudar a convenção coletiva da categoria, diminuindo de onze para quatro os feriados anuais. Ficam mantidos o 1º de janeiro, Sexta-feira Santa e o Natal. Estão em aberto o domingo do Círio e o “Dia do Comerciário”, que deverão ser alvo de negociação sobre abrir ou não as lojas. O feriado de Carnaval está suspenso. Shopping centers e o comércio em geral funcionarão normalmente. Nos shopping centers, as lojas abrirão das 10h às 22h. Já no comércio de rua, das 8h às 20h.

EM POUCAS LINHAS

Será inaugurada, hoje, a Estação Comercial de Capanema, que faz parte do Projeto de Revitalização de Espaços Comerciais, coordenado pelo Sebrae no Pará.

► Começaram a funcionar a zero hora de hoje, as barreiras sanitárias para acesso à Ilha de Maiandeua. Foram montadas estruturas no distrito de Marudá e em Mocoóca, nos pontos de onde partem os barcos que fazem a travessia para as praias de Algodoal e Fortalezinha.

► Somente turistas que comprovarem reservas em meios de hospedagem poderão atravessar.

 ► A Unidade de Pronto Atendimento da Cidade Nova, em Ananindeua, realizou 75,2 mil atendimentos de urgência no ano passado. Desse total, 27 mil foram de pacientes com sintomas de covid-19. A unidade é gerenciada pelo Instituto Saúde e Cidadania.

► Está em tramitação, na Assembleia Legislativa do Pará, o Estatuto da Igualdade Racial. O projeto deve ser analisado nos próximos dias pela Comissão de Constituição e Justiça.  

► O Pará é o Estado com maior percentual de pessoas que se autodeclaram negras, segundo o último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

► O advogado e professor paraense André Meira foi eleito presidente da Academia Brasileira de Direito, que reúne juristas de todos os Estados do País como, por exemplo, Ives Gandra Martins e Maria Berenice Dias.

► O setor de serviços cresceu 1,4% em dezembro do ano passado em comparação a novembro no Pará. Foi o segundo maior crescimento em um mês de dezembro desde 2012, quando os dados começaram a ser levantados pelo IBGE.  

► Deputados federais paraenses estão divididos quanto à definição do novo valor da parcela da nova rodada do auxílio emergencial. As propostas vão do pagamento de R$ 200 a R$ 600 e há quem defenda suplementação apenas para quem já recebe o Bolsa Família.

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!