Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Repórter 70

Por Rita Soares

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'O lockdown é uma das coisas que o Brasil deveria pensar e considerar seriamente'

A fala é do infectologista Anthony Fauci, líder da força-tarefa contra a covid-19 nos Estados Unidos. O País vive seu maior pico na pandemia de covid-19 e responde hoje por um em cada três mortos pelo novo coronavírus no mundo

Repórter 70

Período do defeso
Mais de oito mil caranguejos da espécie uçá foram resgatados no nordeste do Pará em uma operação que foi até sábado.

Para garantir a renda
A pandemia de covid-19 empurrou milhares de desempregados para o mercado informal de trabalho.

Anthony Fauci (J. Bosco)

"(O lockdown) é uma das coisas que o Brasil deveria pensar e considerar seriamente dado o período tão difícil que está passando.”

O conselho é do médico infectologista Anthony Fauci, líder da força-tarefa contra a covid-19 nos Estados Unidos, e foi dado, ontem, em entrevista à BBC Brasil. O País vive seu maior pico na pandemia de covid-19 e responde hoje por um em cada três mortos pelo novo coronavírus no mundo.

CULTURA

Contas

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, atendeu o pedido do Estado do Pará e estendeu o prazo para apresentação da prestação de contas dos recursos financeiros para o setor cultural, liberados com base na Lei Aldir Blanc, editada para garantir a realização de ações emergenciais para socorrer o setor, um dos mais afetados pelas medidas para conter a pandemia de covid-19. A decisão impede que a União imponha sanções ao Estado em razão do atraso na prestação de contas, cujo prazo terminaria em junho.

Prejuízos

O Pará recebeu cerca de R$ 70 milhões da Lei Aldir Blanc. O novo prazo final para a prestação de contas será definido no julgamento do mérito da ação. Na ação, o Estado alegou que está negociando operação de crédito internacional para asfaltamento de 475 quilômetros de estradas vicinais e troca de pontes e que “uma eventual negativa de garantia da União em razão da falta de prestação de contas de recursos recebidos por meio da Lei Aldir Blanc representaria prejuízo inestimável”.

JORNALISMO

Risco

Com 19 mortos cada, Pará, Amazonas e São Paulo são os três Estados com maior número de registros oficiais de jornalistas vitimados pela covid-19. Os dados foram divulgados, ontem, pela Federação Nacional dos Jornalistas, a partir de levantamento feito junto aos sindicatos da categoria. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro e Paraná, com 15 e 13 registros, respectivamente. O maior número de mortes ocorreu na faixa etária entre 51 e 70 anos de idade. O levantamento mostra que entre abril de 2020 e março deste ano, 169 jornalistas morreram de covid-19. Apenas nos três primeiros meses deste ano, as mortes já superam todos os registros de 2020. No ano passado, foram 78 registros entre abril e dezembro. Em 2021, já chega a 86 o número de vítimas apenas entre janeiro e março.

CPI

Vale

Já está no forno o requerimento para a criação, na Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tem como alvo a mineradora Vale. A CPI irá levantar dados e informações sobre diversos passivos da empresa com o Estado, como dívidas fiscais e tributárias. Após a apresentação do requerimento - que deve ocorrer nos próximos dias - a criação da CPI deve ser aprovada sem maiores dificuldades pela maioria dos parlamentares.

GRIFFO

Aniversário

A Griffo Comunicação, uma das maiores agências de comunicação da Região Norte do País, completa,  hoje, 40 anos de existência. Idealizada pelos jornalistas e publicitários Orly Bezerra e Antonio Natsuo, que, por coincidência, começaram suas carreiras profissionais em O LIBERAL, a agência foi criada com foco em jornalismo, mas, ao longo dos anos, foi se transformando em uma empresa de comunicação integrada, com destaque para a publicidade. Depois de quatro décadas de existência, a Griffo tem o reconhecimento no mercado pelo trabalho profissional desenvolvido durante todo esse tempo para dezenas de clientes dos setores público e privado.

EMBRAPA

Oportunidade

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Amazônia Oriental lançou o edital da primeira chamada pública para “Inovação Aberta para a Amazônia”. A chamada é voltada a potenciais parceiros da iniciativa privada, startups, cooperativas e demais produtores organizados que queiram desenvolver soluções para a região em parceria com a instituição. As propostas podem ser enviadas até o dia 20 deste mês e podem ser apresentadas em seis linhas de pesquisa: Bioeconomia Avançada, Conservação e Uso Sustentável de Espécies Florestais, Responsabilidade Ambiental, Inovação Social, Sistemas de Produção Sustentáveis e Transformação Digital.

RECURSOS

 Na prática, a Embrapa garante parte dos recursos para que qualquer empresa ou associação de produtores possa desenvolver, por exemplo, softwares, produtos agroindustriais e alimentícios ou serviços tendo como base a agropecuária, floresta e biodiversidade da região. O edital está disponível no site da Embrapa. A inovação aberta envolve o codesenvolvimento de produtos, serviços e processos a partir de ideias coletivas.

EM POUCAS LINHAS

► A Justiça Federal da 1ª Região, que reúne o Distrito Federal e 12 doze Estados, entre eles o Pará, prorrogou, mais uma vez, o prazo para restabelecimento das atividades presenciais.

► Previsto para 31 de março, o prazo foi estendido para 30 de abril. A medida foi tomada em razão do aumento dos casos de covid-19 e da necessidade de manter as medidas de isolamento social.

► A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) distribuiu e instalou, gratuitamente, até o momento, 5,5 mil caixas d’água em Belém. O número equivale a 50,3% do total previsto no programa “Caixa D’água para Todos”.
 
► O programa “Creche por todo o Pará”, que é executado pela Secretaria de Estado e Educação (Seduc) e que prevê a ampliação da oferta de vagas para a educação infantil nos municípios paraenses, se assemelha à proposta do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Nelson Chaves, quando este era deputado estadual.

► O programa começou pelas obras de adaptação da Escola Estadual “Orlando Bittar”, no bairro de Nazaré, em Belém, que será transformada em creche pública e atenderá crianças dependentes de famílias de baixa renda, cujas mães trabalham no centro da cidade.

► Hoje é comemorado o “Dia dos Jornalistas”. Na Assembleia Legislativa do Pará, o deputado estadual José Maria Tapajós (PL) apresentou requerimento pedindo votos de aplausos e congratulações aos profissionais da área.

► Mais uma vez, ontem, foi dia de filas extensas e aglomerações em frente às agências do Banco do Estado do Pará (Banpará). Muitas pessoas foram atrás dos auxílios financeiros destinados a quem vive em situação de extrema vulnerabilidade agravada pelas medidas para conter a pandemia de covid-19.

► No início da noite, o banco anunciou medidas para reduzir as filas, entre elas a abertura das agências aos sábados.

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!