Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

Por Grupo Liberal

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil. | Twitter: @reporter_70

'O Brasil está na outra direção'

Foi o que afirmou, ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, em Nova York, em entrevista à TV Bloomberg. Segundo ele, a economia mundial passa por uma desaceleração, que a guerra pode agravar, mas que o Brasil está “fora de sintonia”, pois está crescendo

O Liberal

Viralizou na internet
Um casal oficializou a união dentro do Hospital Municipal de Garrafão do Norte, onde o noivo se recupera de um acidente.

Carestia à mesa
O preço do caranguejo voltou a subir em Belém. A unidade do crustáceo já custa R$ 5 em alguns pontos de venda da capital.

Ministro Paulo Guedes (J. Bosco)

"O Brasil está na outra direção.”

Foi o que afirmou, ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, em Nova York, em entrevista à TV Bloomberg. Segundo ele, a economia mundial passa por uma desaceleração, que a guerra pode agravar, mas que o Brasil está “fora de sintonia”, pois está crescendo. O ministro acredita que o País está em transição de uma economia guiada pelo Estado para uma gerida pelo mercado.

MUNICÍPIOS

Crise

O governo federal decidiu reduzir a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A decisão colocou boa parte dos municípios brasileiros em estado de alerta. A redução é de 25% para a chamada linha branca, formada por eletrodomésticos como geladeira, fogão e máquina de lavar. Para automóveis, a queda poderá chegar a 18,5%. A medida foi tomada pelo Ministério da Economia como alternativa para aquecer o consumo. A redução na arrecadação total deve ser de R$ 19,5 bilhões em 2022.

Impacto

O problema é que o IPI é uma das principais fontes do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgou nota pública declarando “profundo descontentamento” com a decisão. Segundo a CNM, a medida da União pode gerar um rombo de R$ 5 bilhões aos cofres dos municípios, alguns já de pires na mão por conta do aumento da demanda por serviços públicos em tempos de pandemia.

Anseio

A CNM pede que o governo federal reconsidere a medida e afirma que “qualquer medida de renúncia fiscal do IPI adotada pelo governo federal tem impacto direto nos repasses aos municípios, o que pode implicar em desequilíbrio orçamentário”. “Essa forma de reduzir impostos que são compartilhados é usualmente utilizada por todos os governos e sempre causa grandes prejuízos aos municípios. Trata-se de uma política que fere gravemente o pacto federativo”, alega a CNM.

Estados

A redução do IPI afetará também as receitas dos Estados. No final deste mês, os secretários estaduais de Fazenda deverão discutir o tema em reunião que acontecerá em Belém. A perda para os Estados é avaliada em R$ 6,066 bilhões, segundo projeção do Comitê de Secretários de Estado de Fazenda (Comsefaz).

URNAS

Modernas

Até o final de abril, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará deve concluir a montagem de cerca de dez mil urnas modelo 2020, o mais recente produzido até agora. As novas urnas serão usadas nas eleições deste ano na capital paraense e nos outros municípios que integram a região metropolitana. O novo modelo é mais compacto, mas os números do teclado foram ampliados para facilitar a digitação do voto.

VIGIA DE NAZARÉ

Sem blocos

A Prefeitura de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, divulgou um documento para reafirmar a proibição para a saída dos blocos de Carnaval. A cidade era um dos pontos mais procurados pelos foliões paraenses nesta época do ano. A chamada Segunda-Feira Gorda marcava a saída dos blocos “Os Cabrasurdos” e “As Virgienses”  que comemoram 37 anos de história em 2022. No documento, a prefeitura diz que os moradores podem ligar aparelhos de som em frente às casas e brincar com os amigos e familiares, mas não podem formar blocos e tampouco sair desfilando pelas vias da cidade.  

AVENIDA

Preocupação

Os moradores da avenida Romulo Maiorana, no bairro do Marco, querem ter acesso ao projeto de revitalização da via anunciado pela Prefeitura de Belém. A via é hoje um dos principais corredores verdes da capital e há temor de que seja feita redução na vegetação. No anúncio, o prefeito Edmilson Rodrigues informou que será feita a implantação de ciclovias, parques, praças, praças para cães e aparelhos para atividades físicas. O projeto ainda será finalizado para, em seguida, ser aberto o processo licitatório. Mas, os moradores reclamam que ainda não foram convidados pelo poder público para opinar sobre as mudanças planejadas.

Teatro

E por falar na Prefeitura de Belém, o município ainda estuda qual será o destino do antigo imóvel que abrigou o Teatro São Cristóvão, situado à avenida Magalhães Barata, no bairro de São Brás. O prédio foi desapropriado na semana passada e passará a ser gerido pela Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) a quem caberá definir qual uso será dado ao espaço que já registrou apresentações de cordões de pássaros, bois-bumbás e quadrilhas juninas.

EM POUCAS LINHAS

- Embora não seja feriado, as agências bancárias não abrirão nesta Terça-feira Gorda. O expediente será retomado ao meio-dia de amanhã.

- Já o comércio poderá funcionar normalmente, mas muitos lojistas usaram as redes sociais para anunciar que darão folgas aos funcionários.

- Está prevista para o mês de abril a segunda edição do festival gastronômico nas ilhas. A primeira edição, em 2021, foi realizada na Ilha do Combu. A segunda está marcada para os polos de Caratateua e Mosqueiro.

- A ex-governadora Ana Júlia Carepa viajará para Brasília no próximo dia 9. Lá, ela terá encontro com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, que abonará a sua ficha de filiação ao partido.

- As duas devem conversar também sobre a candidatura de Ana Júlia a uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições gerais de outubro.

- O deputado estadual Miro Sanova (PDT) apresentou à mesa diretora da Assembleia Legislativa do Pará um requerimento para a realização de sessão especial em comemoração aos 30 anos do Sindicato dos Servidores no Fisco Estadual (Sindifisco). A entidade reúne auditores e fiscais da Fazenda paraense.  

- As comemorações vão prosseguir até o fim deste ano. Um dos pontos da programação será um almoço, marcado para o final de março, com a presença do governador do Pará, Helder Barbalho.

- Leitores da coluna ligados ao ex-prefeito de Belém Zenaldo Coutinho informam que a área que a atual gestão promete construir na antiga praça do Mascate, hoje "David Mufarrej”, não será o primeiro espaço para animais da capital paraense.

- O primeiro deles foi inaugurado no final de 2020 ainda na gestão de Zenaldo e fica na esquina da avenida Pedro Miranda com a avenida Alcindo Cacela, no bairro da Pedreira.

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!