Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

twitter.com/reporter_70

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'É papel de palhaço, um cara sem caráter. Saiu do governo pela porta dos fundos'

Foi o que disse o presidente Jair Bolsonaro ao atacar o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, provável rival nas eleições de 2022

Repórter 70

Mais oportunidades
O Ministério da Educação lançou um programa que amplia o número de vagas em cursos de qualificação profissional.

Peso no bolso do consumidor
O preço do litro do açaí do tipo médio voltou a subir em alguns pontos de vendas de Belém. Passou de R$ 14 para R$ 16.

Jair Bolsonaro (J. Bosco)

"É papel de palhaço, um cara sem caráter. Saiu do governo pela porta dos fundos.”

O presidente Jair Bolsonaro desferiu, ontem, via redes sociais, ataques ao ex-ministro da Justiça Sérgio Moro, provável rival nas eleições de 2022. De acordo com o presidente, Bolsonaro afirmou que Moro mente ao dizer, como fez em entrevista a uma emissora de rádio, ontem pela manhã, que ele teria comemorado a saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da prisão.

MADEIRA

Exportação

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis começou a destravar os processos para a emissão dos documentos necessários às exportações de madeiras do Pará. O setor produtivo estava parado há mais de cinco meses e, segundo especialistas, o valor da carga acumulada nos portos brasileiros já supera R$ 1 bilhão. Nas últimas semanas, cerca de 60% dos processos foram analisados. Com isso, os contratos internacionais voltaram a ser cumpridos e negócios que corriam risco de suspensão estão, aos poucos, sendo retomados.

PT

Encontro

O Partido dos Trabalhadores (PT) começará, hoje, em Belém, uma reunião que promete ser decisiva para os rumos da legenda em 2022. Cerca de 50 líderes da legenda participarão do encontro que será encerrado amanhã. Hoje, a reunião é aberta para a imprensa e militantes do partido e o clima deve ser mais ameno já que a pauta vai girar em torno de teses gerais. Amanhã, a reunião é exclusiva para membros do diretório regional e o tempo vai fechar com a discussão em torno do nome que representará o PT do Pará na disputa por uma vaga no Senado Federal.

Concorrentes

Dois nomes estão na disputa pela candidatura petista ao Senado Federal. O atual senador Paulo Rocha sonha com a reeleição em 2022. Para isso, conta com a simpatia do diretório nacional e com o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O deputado federal Beto Fato quer trocar a Câmara pelo Senado e tem o apoio da maioria do diretório regional do partido no Pará. Com a legenda dividida, a presidente do PT, Gleisi Hoffman, cancelou a vinda para a reunião em Belém. Vai esperar para desembarcar no Estado apenas quando o diretório estiver pacificado.  

ZECA PIRÃO

Boatos

A ausência do presidente da Câmara Municipal de Belém, Zeca Pirão (MDB), em eventos da Casa, como a sessão itinerante realizada no distrito de Icoaraci, fez surgir boatos de que o vereador havia contraído a covid-19. À coluna, Zeca Pirão confirmou a ausência por problemas de saúde, informou que chegou a fazer o teste para o novo coronavírus, mas o resultado foi negativo e ele se recupera bem do que pode ter sido apenas uma virose.

XINGU

Vazão

A segunda turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) manteve a liminar concedida pela Justiça Federal de Altamira que obriga a Norte Energia, responsável pela usina hidrelétrica de Belo Monte, a manter a vazão de água, na chamada Volta Grande do Xingu, em quantidade suficiente para “assegurar a sobrevivência da região, onde vivem 25 comunidades ribeirinhas e três povos indígenas”. O desvio das águas, segundo ação do Ministério Público Federal, “já causou danos graves e há pelo menos cinco anos não ocorre, na área, a piracema (jornada dos peixes rio acima para a reprodução)”.

COVID-19

Ação

O governador Helder Barbalho anunciará, hoje, às 11h, as novas medidas para ampliar o índice de vacinação contra a covid-19 nos municípios paraenses. Uma delas será a publicação de decreto que torna obrigatória a apresentação do certificado de vacinação para ingresso em estabelecimentos públicos e privados. Os casos da doença voltaram a crescer no oeste e sul do Pará, onde a procura pela vacina está abaixo do esperado. Em alguns municípios, os prefeitos se anteciparam ao decreto estadual e estão exigindo, desde a semana passada, o certificado de vacinação para ingresso nos prédios onde funcionam as repartições públicas.

PEIXES

Mortandade

Moradores do município de Pedra Branca do Amapari, no Amapá, denunciaram, nesta semana, a mortandade de peixes no igarapé “Silvestre”, situado às proximidades da barragem da mineradora Tucano. A Secretaria Estadual de Meio Ambiente divulgou que existem três possíveis causas para a mortandade: uso de cianeto pela mineradora, utilização de agrotóxicos e fertilizantes por um assentamento rural e a existência de garimpos clandestinos. Amostras dos peixes foram enviadas para um laboratório em Minas Gerais, onde serão analisadas.

EM POUCAS LINHAS

► O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Pará foi o primeiro colocado no ranking do Conselho Nacional de Justiça que avalia parâmetros como nível de maturidade de governança, gestão e infraestrutura em Tecnologia da Informação.

 ► A edição deste ano avaliou 93 órgãos do Poder Judiciário.

► O TRE do Pará alcançou a primeira colocação com média geral de 93,16% de conformidade nos parâmetros avaliados.

► O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Belém lançou, ontem, o projeto “Sala de Espera”, que vai orientar aposentados e pensionistas com informações sobre questões previdenciárias.

► O presidente do Sindicato dos Servidores do Fisco Estadual, Charles Alcantara, assinou, ontem, a carta de desfiliação do PSol.

► As informações são de que Alcantara voltará ao PT em evento a ser agendado tão logo seja superado o imbróglio em torno do nome que disputará o Senado pelo partido no Pará.

► O deputado federal Éder Mauro (PSD-PA) ainda não se manifestou, publicamente, sobre uma possível ida para o PL, nova legenda do presidente Jair Bolsonaro.

► À coluna, o deputado tem dito que seguirá orientação do presidente, de quem é um dos principais aliados no Pará.

► Como tem mandato, Éder Mauro tem tempo para tomar uma decisão, já que, oficialmente, só poderá mudar de legenda, sem risco de perder a cadeira na Câmara Federal, no período da chamada janela partidária, em abril do ano que vem.

► Com 34 votos, o médico Cláudio Guilhon foi eleito, ontem, para ocupar a cadeira número 4 da Academia Paraense de Letras.  

► A cadeira tem como patrono Antônio Marques de Carvalho e já teve como titulares nomes como Octávio Mendonça e Zeno Veloso.

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!