Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

twitter.com/reporter_70

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'Devo, não nego; pagarei assim que puder', afirma Paulo Guedes

Ministro da Economia falou que o Estado brasileiro não tem capacidade para pagamento dos precatórios

Repórter 70

De volta
O Cine Líbero Luxardo reabrirá ao público no próximo dia 14, após a flexibilização das medidas sanitárias no Estado.

Infração no trânsito
Motociclistas da capital paraense ignoram os riscos de acidentes e teimam em trafegar entre as faixas usadas por outros veículos.

 (J.Bosco)

"Devo, não nego; pagarei assim que puder.”

Foi o que afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes, ao comentar em entrevista à imprensa que o Estado brasileiro não tem capacidade para o pagamento dos precatórios, valores devidos a empresas e pessoas físicas após sentença definitiva na Justiça, programados para 2022. Mas, segundo ele, propor o parcelamento de parte dessas dívidas em até dez anos não é um calote.

RECUO

Reação

Após forte reação de entidades representativas de veículos de comunicação, o autor do pedido de quebra do sigilo da rádio Jovem Pan, senador Renan Calheiros (MDB-AL), recuou e pediu retirada do requerimento à CPI da Covid do Senado. Questionado pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO), que fez duras críticas ao pedido que ameaça a liberdade de imprensa, Calheiros afirmou que o documento protocolado foi um “equívoco” e que “defende a liberdade de expressão”. O presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), também criticou o pedido, dizendo que “nem deveria ter sido apresentado” e que a CPI não deve “cercear a liberdade de imprensa”.

RUAS

Veto

Como era cogitado, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL), anunciou que vetará o projeto de lei que altera dois nomes de ruas na capital paraense. Os projetos foram aprovados em junho pela Câmara Municipal de Belém e propõe que a rua Municipalidade passe a se chamar Augusto Rezende, em homenagem ao ex-prefeito da cidade. Também previa a mudança do nome da rua 13 de Maio para Zeno Veloso, em homenagem ao jurista morto em maio, vítima da covid-19. O veto ainda não chegou à Câmara e a prefeitura não divulgou as justificativas. Mas, um dos argumentos usados contra o projeto é de que ele causaria transtorno para donos de imóveis residenciais e comerciais, que precisariam alterar uma série de documentos em razão da mudança.

“SAIDINHA”

Perigo

Diante dos atentados que têm vitimado policiais penais nos últimos meses, no Pará, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) pediu aos juízes de comarcas do interior para que adiassem a saída temporária dos custodiados relativa ao “Dia dos Pais”, mas a maioria tem negado o pedido.

Argumentação

A Seap argumenta que caso o adiamento não seja acatado, mais de 2.550 custodiados estarão nas ruas, alguns deles, com ordens expressas de lideranças de uma facção criminosa para matar policiais penais. Os juízes alegam que adiar a saída do “Dia dos Pais” seria uma espécie de punição e, por isso, a medida teria que ser tomada de forma individualizada. Fonte do sistema penal diz que não há como comprovar qual preso foi cooptado para atender ao comando da facção, mas é inegável que, pelo modus operandi dos criminosos, quem não cumpre uma ordem dessas está fadado a nem voltar para cumprir o restante da pena, daí a importância do adiamento.

SAÚDE

Filas

Em Ananindeua, só para consultas e exames especializados, há uma fila de espera de mais de dez mil pessoas. Para acabar com as filas, a prefeitura vai lançar, amanhã, o programa “Ananin Fila Zero”, uma ação que vai levar para a comunidade atendimentos de consultas especializadas e exames ambulatoriais. Somente no primeiro mês estão previstas quase dez mil consultas e dois mil procedimentos, destinados aos pacientes encaminhados pela Central Municipal de Regulação, que serão atendidos no próprio bairro. A ação não atenderá demanda espontânea, mas os casos que já esperavam pelo agendamento.

 AMEAÇAS

Providências

A violência contra a mulher foi um dos assuntos abordados no retorno dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Pará. O deputado estadual Carlos Bordalo (PT), que preside a Comissão de Direitos Humanos da Casa, cobrou do governo estadual e da Polícia Civil do Pará uma atitude urgente em relação às denúncias de ameaças de morte à Gislaine Souza Soares, vice-presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Pará (Fetagri). Ela sofre ameaças desde que assumiu o cargo, em março deste ano, e recebeu um ultimato para deixar o comando da Fetagri até a sexta-feira, 6, sob pena de ser assassinada.

Inquérito

Apesar de ter denunciado as ameaças em março, o inquérito para investigar o caso só foi aberto pela Polícia Civil no dia 30 de junho deste ano, três meses depois. A preocupação é compartilhada pela deputada estadual Nilse Pinheiro (Republicanos), que protocolou um projeto para obrigar o agressor de mulheres a custear todas as despesas provocadas pela agressão. No Pará, o número de casos de violência doméstica aumentou 40% desde o início da pandemia de covid-19, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

EM POUCAS LINHAS

► O Pará seguiu o cenário do País e, após crescer no consumo nas classes C e D, em maio, com incremento de 33% sobre abril,  apresentou um recuo de 25% em junho em relação ao mês anterior. Os dados são da pesquisa “Hábitos de Consumo”, elaborada pela fintech Superdigital, do grupo Santander. No Pará, as maiores quedas foram nos setores de entretenimento (-38%), drogaria (-36%), prestadores de serviços e lojas de varejo, ambos negativos em 27%. Houve crescimento em apenas dois setores: companhias aéreas (17%) e transporte (12%).

►  Em Ananindeua, em razão da falta de doses de imunizantes, está suspenso o calendário de vacinação com a primeira dose contra a covid-19. A continuidade da vacinação sempre ocorre à medida que novas doses chegam. A segunda dose continua de hoje até sexta-feira, 6, para quem tomou a vacina da AstraZeneca. São oito pontos de vacinação que funcionarão das 8h às 13h.

► Em Belém também não haverá aplicação da primeira dose de vacina contra a covid-19. O município aguarda novo lote de imunizantes.    

 ► A população de baixa renda de Marituba passa a contar com atendimento veterinário gratuito para animais domésticos. O serviço é oferecido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), através do projeto “AUmigos”. O projeto de proteção aos animais tem atendimento a cada quarta-feira, com distribuição de dez senhas, e funciona no Polo Ambiental de Marituba, na estrada da Pirelli.

 ► Começará hoje a etapa da Região Norte da 5ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa. O evento, promovido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, terá duração de três dias e pode ser acompanhado pela internet. 

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!