Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

twitter.com/reporter_70

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'Como serei lembrada? Talvez como uma pessoa que, contrariando os ‘nãos’ da vida'

A declaração é da cantora e compositora Marília Mendonça, que se tornou uma das artistas mais influentes da música brasileira. Aos 26 anos de idade, ela morreu, ontem à tarde, em um acidente aéreo em Minas Gerais

Repórter 70

Hora de estudar
O programa “Enem Pará Itinerante”, da Seduc, promove, hoje pela manhã, um aulão, na Usina da Paz de Ananindeua.

Em alta
O preço do litro do açaí do tipo médio voltou a subir nos pontos de venda de Belém. Passou de R$ 12 para R$ 14 em alguns deles.

Marília Mendonça (J. Bosco)

"Como serei lembrada? Talvez como uma pessoa que, contrariando os ‘nãos’ da vida, fez por onde para que seus sonhos fossem, sim, possíveis.”

A declaração é da cantora e compositora Marília Mendonça, que se tornou uma das artistas mais influentes da música brasileira. Aos 26 anos de idade, ela morreu, ontem à tarde, em um acidente aéreo em Minas Gerais. Outras quatro pessoas também faleceram na queda do avião. A frase acima foi dita durante entrevista concedida por Marília ao blog do jornalista Leo Dias, no portal UOL, em dezembro de 2019.

MARÍLIA MENDONÇA

Tragédia
 
A jovem cantora e compositora Marília Mendonça - morta, ontem, em um trágico acidente aéreo em Minas Gerais - tinha uma relação especial com os fãs paraenses. Foi no município de Itaituba, no Estado do Pará, que ela fez o que ficou marcado como o primeiro grande show da carreira. Belém foi a cidade escolhida para a estreia do projeto “Por todos os cantos” que levou a cantora a fazer shows em todas as capitais brasileiras e resultou em um DVD. Em uma quinta-feira, 16 de agosto de 2018, Marília Mendonça surpreendeu os fãs no centro comercial de Belém distribuindo panfletos para o show que, à noite, lotou a Praça do Relógio. Após a confirmação da morte da cantora, fãs paraenses invadiram as redes sociais com registros da “Rainha da Sofrência” no Pará.        

COVID-19

Redução

Com mais de sete dias sem leitos ocupados por pacientes com covid-19 - e também há mais de uma semana sem óbitos em Belém -, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) confirmou que a campanha de vacinação contra a nova doença se encerrará no próximo dia 12 no formato atual, com mais de 20 pontos de atendimento espalhados pela cidade. A partir dessa data, a aplicação das vacinas passará a ser restrita às salas das unidades básicas de saúde.

Máscara

A notícia da redução de casos já fez muitas pessoas saírem às ruas de Belém sem máscaras, como alguns flagrantes que foram mostrados nas redes sociais. O diretor de Vigilância em Saúde da Sesma, Cláudio Salgado, afirma, contudo, que essa atitude é perigosa, visto que Belém ainda possui mais de 300 mil pessoas que não receberam nenhuma das duas doses da vacina. Além disso, um levantamento das últimas internações apontou que mais de 75% dos últimos casos contraídos são da variante Delta, que é mais transmissível.

EDMILSON

Agradecimento

Ainda se recuperando de complicações da covid-19, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, usou as redes sociais para agradecer aos belenenses que atenderam ao chamado para a campanha de vacinação contra o novo coronavírus. Segundo ele, 78% das pessoas com idade acima de 12 anos já receberam duas doses do imunizante na capital paraense. O índice de vacinação tem se refletido diretamente na queda de casos da nova doença na capital paraense.

MEDICAMENTO

Descoberta

Um pesquisador paraense está próximo de consolidar o que pode ser o primeiro neuroprotetor fitoterápico derivado da flora amazônica. O neuroprotetor é uma terapia usada em casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e seu uso, ingerido ou injetado no paciente, diminui a expansão da lesão no cérebro, contribuindo para a redução das sequelas neurológicas. Há mais de dez  anos, o professor doutor Walace Gomes vem realizando pesquisas sobre o desenvolvimento do neuroprotetor natural, derivado de substâncias da Amazônia.

Testes

Os estudos começaram no laboratório do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pará (UFPA) e, posteriormente, migraram para o Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), que pode ser a primeira do mundo a desenvolver esse tipo de  fitoterápico. Com os bons resultados dos testes realizados em ratos, o pesquisador já conseguiu autorização para iniciar os testes clínicos em humanos, a partir de 2022. O laboratório Aché é um dos que negociam com os apoiadores do projeto para a realização dos testes clínicos em humanos.

ELEIÇÕES 2022

Candidatura

A primeira-dama do município de Ananindeua, a médica dermatologista Alessandra Haber, bateu o martelo sobre a sua candidatura ao cargo de deputada federal nas próximas eleições. Fonte da coluna garante que é essa a razão das constantes viagens da médica em comitivas políticas pelo interior do Pará. Apenas a filiação partidária da futura candidata ainda não foi definida. O que se sabe é que não deverá ser o MDB, partido do marido prefeito, para que Alessandra possa ficar à vontade nos palanques dos eventos do governo estadual, frequentados também pela deputada federal Elcione Barbalho (MDB), que deve se candidatar à reeleição em 2022.

EM POUCAS LINHAS

► O Ministério Público do Estado do Pará marcou para a próxima semana uma oficina voltada para o terceiro setor com a finalidade de capacitar os órgãos fiscalizadores no combate a atos de improbidade administrativa e corrupção.

► Para suprir os estoques de sangue, que afetam também os outros derivados do plasma, as unidades da Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) situadas em Belém e Santarém, no oeste do Estado, vão abrir, hoje e amanhã, para receber os doadores.

► Já faz parte da rotina, em Belém, abrir aos sábados a sede do órgão, no bairro de Batista Campos; e também a unidade de coleta do Shopping Castanheira, situado à rodovia BR-316, sempre das 7h30 às 17h.

► Já nos municípios do interior paraense, a programação é esporádica e de acordo com a necessidade de abastecimento do estoque de hemoderivados.

► O Hemocentro Regional de Santarém funcionará, amanhã, das 7h30 às 17h.

► A Prefeitura de Belém vai encerrar, hoje, com o chamado “Dia D”, a Campanha de Multivacinação. Serão 58 postos de atendimento espalhados pela capital paraense, que vão funcionar das 9h às 17h.

► É a oportunidade para que pais e responsáveis façam a atualização da carteira vacinal de crianças e adolescentes de zero a 15 anos de idade.

► A Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) adiou as reuniões que vão tratar da alteração da Lei Valmir Bispo. Virtuais, os encontros estavam previstos para três datas, entre 5 e 9 de novembro.

 ► A reunião que ocorreria ontem foi adiada para a próxima quarta-feira, 10. As demais ainda estão sem data fechada.  

► O argumento é a impossibilidade de participação do presidente da Fumbel, Michel Pinho, que precisa cumprir agenda oficial em Brasília.

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!