Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

Por Grupo Liberal

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil. | Twitter: @reporter_70

'Acompanho as suas críticas, e o senhor tem direito de fazê-las, mas é importante dialogar'

A fala é de Gilmar Mendes, ministro do STF, ao se dirigir ao presidente Jair Bolsonaro durante um jantar

Repórter 70

Combate à violência
A Comissão de Direitos Humanos do Senado debate hoje o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Futebol em alta
A Seleção brasileira mantém a liderança do ranking da Fifa. Argentina assume a terceira posição após vencer a 'Finalíssima'.
 

Gilmar Mendes (J. Bosco)

 

"Acompanho as suas críticas, e o senhor tem direito de fazê-las, mas é importante ouvir e dialogar também”

GILMAR MENDES, ministro do Supremo Tribunal Federal, ao se dirigir ao presidente Jair Bolsonaro durante um jantar que reuniu integrantes dos três Poderes na residência oficial do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). O chefe do Executivo ouviu os recados do magistrado, mas não fez uso da palavra. 

PROMOTORES

ELEIÇÃO
 
A Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep) elege hoje o novo corpo diretivo para o próximo biênio. Os promotores Alexandre Tourinho e Fábia Fournier, candidatos a presidente e vice-presidente, respectivamente, encabeçam a chapa “União e Força”, que estará à frente da entidade até 2024. O promotor de justiça Márcio Maués deixa o cargo após dois mandatos. Alexandre Tourinho começou a carreira no Ministério Público do Estado em 2002. Atuou, entre outras, nas comarcas de Breves, São Félix do Xingu, Cachoeira do Arari, Tailândia, Redenção, Capitão Poço, Tomé-Açu, Ananindeua e Barcarena. Na Ampep, já atuou como vice-presidente duas vezes, assessor da presidência e diretor de esporte. A posse será em agosto.

LIVROS

ESCRAVIDÃO
 
O padre e pesquisador Ricardo Rezende Figueira lança no próximo dia 4, em Belém, dois livros que têm a escravidão como tema: em “A Escravidão na Amazônia” o autor detalha quatro décadas da exploração na região, a partir de depoimentos de fugitivos e libertos de fazendas no sul do Pará. Em “Escravidão Ilegal” Rezende trata da escravidão contemporânea em suas diversas formas. Os lançamentos acontecem pela manhã no prédio do Ministério Público do Estado e, à tarde, no campus da Universidade Federal do Pará.
 
TRAJETÓRIA
 
Comprometido com os direitos humanos, ele próprio ameaçado de morte, o padre Ricardo Rezende foi membro da Comissão Pastoral da Terra e atuou por 20 anos na diocese de Conceição do Araguaia, onde denunciou perseguições e ataques a agricultores rurais sem terra. Mudou-se para o Rio de Janeiro, onde foi homenageado com o título de cidadão honorário e hoje é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, vinculado ao Núcleo de Estudos de Políticas Públicas em Direitos Humanos Suely Souza de Almeida.

GOVERNO

MUDANÇA
 
O governo federal alternou nesta semana o organograma de vários órgãos ligados aos ministérios da Saúde e de Ciência e Tecnologia. Entre os afetados está o Instituto Evandro Chagas, com sede em Belém. O órgão saiu da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e passou para a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, do mesmo ministério. As mudanças afetam ainda o Centro Nacional de Primatas, que passa a ser hierarquicamente equivalente ao IEC.

O LIBERAL

SELEÇÃO
 
O Grupo Liberal foi a única organização de mídia da Amazônia selecionada para participar do programa “Jogo Limpo”, iniciativa do International Center For Journalists (ICFJ), em parceria com o YouTube Brasil. Ao todo foram seis selecionados entre 160 apresentados por empresas de todo o País. Com isso, o grupo receberá apoio com mentoria e recursos para atuar na área de fact-checking (checagem de fatos) durante as eleições deste ano. Entre as missões dos profissionais do grupo está analisar falas dos candidatos à presidência da República em relação à região amazônica.
 
CHECAGEM
 
Entre as ações estão checar a veracidade de vídeos e declarações para confirmar se houve algum tipo de edição. Também será analisado o conteúdo a partir da consulta a institutos de pesquisa nacionais, com credibilidade e relevância no tema abordado, para verificar se a informação sobre a Amazônia está correta. No período, O LIBERAL terá acompanhamento do Projeto Comprova, liderado pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

NEGÓCIOS

INCENTIVO
 
Nove municípios paraenses aderiram ao programa Cidade Empreendedora do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa. O programa foi criado para melhorar o ambiente de negócios e incentivar o empreendedorismo. No Pará serão atendidos os municípios de Barcarena, Benevides, Breves, Cametá, Castanhal, Dom Eliseu, Soure, Marituba e Paragominas. Com 18 meses de duração, o programa atua em áreas como Gestão Municipal, Desburocratização; Sala do Empreendedor; Compras Governamentais, entre outras.  A previsão é de que nas nove cidades serão atendidos até 2,7 mil pequenos negócios, o que pode gerar incremento de R$ 10 milhões nas economias locais.  

Em Poucas Linhas

► Foi publicada ontem, no Diário Oficial do Estado, mudança na lei estadual que prevê comunicação aos órgãos de segurança pública da ocorrência ou indícios de violência doméstica e familiar contra mulheres, crianças, adolescentes ou idosos. Com a mudança, os síndicos serão obrigados a comunicar também casos de maus-tratos a animais, ocorridos nas unidades condominiais ou nas áreas comuns aos condôminos.

►  O Sindicato dos Médicos do Pará realizou ontem cerimônia de entrega de carteiras do projeto Acadêmico Aspirante. Pelo projeto, estudantes de medicina já podem se associar ao sindicato desde antes de formados, passando a ter basicamente os mesmos direitos de médicos associados.

► Foi implantada ontem, em Capanema, nordeste do Pará, a Comissão da Jovem Advocacia da Ordem dos Advogados do Brasil, que será presidida pelo advogado Manassés Alves da Rocha Filho. O papel da Comissão será o de auxiliar advogados em início de carreira com dificuldades como inserção no mercado de trabalho. Serão oferecidos cursos de formação e atualização, além de acompanhamento nas audiências iniciais e suporte psicológico.

► Até a tarde de ontem, o senador Paulo Rocha era o único da bancada paraense a ter assinado o requerimento para instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar o escândalo no Ministério da Educação que resultou na prisão do ex-ministro, o pastor Milton Ribeiro.    

► Começa hoje na capital paraense o seminário  “Construindo um Ambiente Saudável: Política de Prevenção e Enfrentamento do Assédio Moral, do Assédio Sexual e da Discriminação”, promovido pelo Tribunal de Justiça do Pará. O evento é híbrido (presencial e on-line). O público-alvo são os magistrados, servidores e estagiários do Tribunal.

Palavras-chave

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!