Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Repórter 70

Por Rita Soares

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

'A CPI não vai dar em pizza. Não dá para dar em pizza mais de 400 mil mortes'

Omar Aziz (PSD-AM) ao rebater, em entrevista ao Estado de S. Paulo, as falas de parlamentares governistas de que a CPI da Covid, a qual preside, “não vai dar em nada”. Já o presidente Jair Bolsonaro tem dito a apoiadores que não está preocupado com a investigação

Repórter 70

De volta às viagens
Empresas ligadas ao turismo se preparam para retomada econômica do setor com o avanço da vacinação no país.

Debate ambiental
Estudo traz recomendações de apoio à sustentabilidade do Pará até 2030, com propostas de estratégias ambientais.

Omar Aziz (J. Bosco)

"A CPI não vai dar em pizza. Não dá para dar em pizza mais de 400 mil mortes.”

OMAR AZIZ (PSD-AM), ao rebater, em entrevista ao Estado de S. Paulo, as falas de parlamentares governistas de que a CPI da Covid, a qual preside, “não vai dar em nada”. Já o presidente Jair Bolsonaro tem dito a apoiadores que não está preocupado com a investigação. Em entrevista exclusiva a O LIBERAL, publicada no domingo, 2, Aziz afirmou que a CPI é “não é para se vingar de ninguém, mas é para fazer justiça às mais de 400 mil mortes que o Brasil já teve.”

ATERRO

LIXO DOMÉSTICO

Na reunião entre representantes das prefeituras de Belém, Ananindeua e Marituba para tratar sobre o fechamento do Aterro Sanitário de Marituba e de novos destinos para o lixo doméstico das três cidades, o Estado foi representado pelo procurador Ary Cavalcanti. Durante o encontro, na última sexta-feira, Cavalcanti informou que o caso tem sido acompanhado de perto pelo governo e que este “está à disposição para ajudar, desde que seja apresentado e avaliado o projeto encaminhado pelos municípios”. Já os advogados da Guamá Tratamento de Resíduos, responsável pelo Aterro, afirmaram que a empresa está disponível para “tratar o assunto da melhor maneira possível”.  

EMPECILHO

Apesar dos discursos não há ainda sinal de consenso sobre a questão. Uma das causas do impasse seria a recusa da prefeitura de Marituba em manter o aterro aberto. A nova gestão municipal, que assumiu em janeiro deste ano, tem reafirmado que não quer negociar a questão e defende o fechamento do aterro. Fontes da prefeitura afirmaram à coluna que, para a atual gestão, as prefeituras de Belém e Ananindeua, que respondem por 95% do lixo levado para o aterro, não teriam se empenhado em buscar uma alternativa, na esperança de manter o cenário atual, com prejuízos para Marituba que sofre pressão da população para que interrompa o recebimento de lixo no município. Nova rodada de negociação foi marcada para a próxima quinta-feira (6).

VACINA

CHEGADA

Em entrevista ontem, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que até esta terça-feira devem chegar aos Estados as novas doses de vacina da AstraZeneca que desembarcaram no País no fim de semana. Ontem, à tarde, o Brasil recebeu mais 2 milhões de doses da vacina. Na madrugada de domingo, já havia chegado 1,8 milhão de doses.
 
CONTA-GOTAS

Parte das doses já recebidas nesta semana deve ser usada para a segunda dose de quem já começou o processo de imunização. A partir de hoje, os municípios começam a divulgar novo calendário de vacinação. Em Belém, por exemplo, já foram vacinadas pessoas acima de 60 anos. O processo de imunização já poderia ter chegado à população entre 40 e 50 anos, mas com os lotes de vacina chegam a conta-gotas e o calendário não avançou. Os postos de atendimento têm passado a maior parte do tempo fechados por falta de imunizantes e a definição dos grupos tem se dado de maneira lenta. Nesta fase, a prioridade é imunizar pessoas com comorbidades. 

ACERVO

ALTINO PIMENTA

A Prefeitura recebeu, na sexta-feira, 30, itens do acervo pessoal do educador, compositor e maestro Altino Pimenta. O material foi entregue pela filha dele, Denise Pimenta e ficará disponível no Espaço Esportivo Cultural Cabano Mestre Altino Pimenta, na avenida Visconde de Souza Franco. Foram doados material fotográfico, cópias de músicas de autoria do maestro, reportagens e livros que tratam sobre as obras e trajetória do músico. Nos próximos meses, o Espaço passará por reforma. A obra faz parte das comemorações pelos 100 anos do maestro.

FESTAS

PANDEMIA

Apesar de mais flexíveis, as medidas de distanciamento social seguem em vigor no Pará. Medidas como uso de máscara e a proibição de aglomerações continuam sendo exigidas, mas parte da população não tem colaborado para tentar conter a pandemia. No fim de semana, foram muitas as imagens, divulgadas nas redes sociais, de festas, algumas privadas, com centenas de pessoas, para comemorar, aniversários e casamentos. Mas há também eventos com cobrança de ingressos. Na noite de sábado, a Polícia foi chamada para conter uma rave que reunia cerca de 500 pessoas no Tenoné.

MINERAÇÃO

PARAENSE

O ex-gerente executivo do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) no Pará, o paraense Ronaldo Jorge da Silva Lima foi indicado, pelo presidente Jair Bolsonaro, para assumir a direção da Agência Nacional de Mineração, na vaga deixada pelo também paraense Eduardo Leão, que renunciou ao cargo em março. No Pará, Leão assumiu a direção da Associação das Indústrias Exportadoras de Madeira (Aimex). Para assumir o cargo, Ronaldo Jorge precisará passar por sabatina no Senado. A data ainda não foi marcada. Segundo fontes do setor mineral, a indicação foi resultado de articulação do senador Zequinha Marinho (PSC) e do deputado federal Joaquim  Passarinho (PSD) junto a Bolsonaro.

EM POUCAS LINHAS

► A Prodepa iniciou a implantação das zonas de acesso livre à internet, no Bengui e Cabanagem, bairros atendidos pelo programa estadual Territórios Pela Paz (TerPaz), em Belém.

► A partir de agora essas serão áreas cobertas com sinal wi-fi para acesso à rede mundial de computadores de forma gratuita. A instalação dos pontos de internet faz parte do projeto do governo do Estado para garantir inclusão digital nas comunidades da Grande Belém.

► Estão abertas as inscrições para o curso on-line de empoderamento econômico para mulheres vítimas de escalpelamento em acidentes com embarcações. Realizado pelo Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá (MPT).

► O curso vai capacitar mulheres para começarem ou desenvolverem seus próprios negócios. O objetivo é empoderar as alunas economicamente, ajudando-as a aumentar a renda de suas casas. A iniciativa é em parceria com a Rede Mulher Empreendedora.

► Realizado por meio de cooperação entre o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio), o projeto “Flora do Utinga”, em Belém, contribui para a preservação não só da Amazônia urbana, mas se insere dentro da perspectiva de políticas públicas na criação e gestão de Unidades de Conservação Estaduais (UCEs).

► A iniciativa tem como objetivo fortalecer e preservar a biodiversidade do Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna, localizado na capital paraense. Desde o início das atividades, em 2018, aproximadamente 700 espécies de fungos e plantas do Parque já foram catalogadas, sendo que muitas das espécies ainda não haviam sido registradas no Estado.

► As vendas da indústria brasileira de máquinas e equipamentos totalizaram no mês de março R$ 16,9 bilhões, resultado 28,9% superior ao registrado no mesmo mês de 2020, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!