Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Echeverría, o paraguaio do Leão

Para a realidade que o Remo vive, com as finanças tão limitadas, e na Série C, a contratação de Eduardo Echeverría é muito significativa. Aos 29 anos, o meia paraguaio teria melhores vitrines no mercado, mas fechou negócio com o Leão atraído pelo desafio de ser ídolo de uma grande torcida. Não chega a ser um nome impactante, mas é jogador com plenas condições de atender às necessidades do Remo como um ícone.

Dos outros jogadores anunciados pelo clube nesta terça-feira, o atacante Henrique é o mais animador. É veloz, ambidestro e está no seu auge, aos 25 anos. Vem do Oeste. O zagueiro Fredson, ex-Sampaio Corrêa, é uma contratação discutível. Na imprensa maranhense ele divide opiniões. O meia Djalma é um jogador regional que murchou, após grandes jornadas pelo Paysandu, e agora, aos 28 anos, está ressurgindo. O preparador físico Wellington Vero dispensa comentários. Boa contratação. 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!