CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Belém Cidade Gastronômica apresenta receita de delícia de cupuaçu

O preparo da sobremesa tipicamente paraense ficou por conta da chef Rose Moraes, que foi aluna de gastronomia da Unama

Paloma Lobato
fonte

A capital paraense tem como uma de suas principais características a diversidade de sabores, aromas, texturas e misturas. Quando o assunto é culinária, a cidade entrega receitas únicas, cheias de cores e sabores. O "Belém Cidade Gastronômica", um projeto do Grupo Liberal, com o apoio da Unama e Prefeitura de Belém, traz ao público o melhor da gastronomia do estado, destacando as peculiaridades da culinária, além de dar dicas de receitas que dão água na boca.

Dessa vez, o apresentador, fotógrafo e influencer de viagens e gastronomia, Prix Chemical, apresenta uma sobremesa deliciosa em tudo, inclusive no próprio nome: a delícia de cupuaçu. E para garantir o melhor preparo da receita, o apresentador foi até o mercado Ver-o-Peso, local que concentra os principais elementos da cultura regional e que funciona quase como o coração da cidade. Quem acompanhou Prix até Ver-o-Peso foi a nutricionista, gastróloga e professora da Unama, Lorena Falcão.

VEJA MAIS

image Belém Cidade Gastronômica: episódio traz receita de rolinho de Mapará e dicas de gastronomia
O prato foi preparado pelo Chef Raul Moreira e surpreende com um sabor de dar água na boca

O cupuaçu, sem dúvidas, é a cara do Pará. Mas escolher o fruto para o preparo de qualquer receita nem sempre é fácil. A professora da Unama, Lorena Falcão, deu dicas para ajudar na hora da compra. "A dica que a gente pode relacionar é aquele odor característico que o cupuaçu proporciona para a gente e que é inigualável. Quando a gente abre aquela polpa, a gente consegue perceber como está aquele fruto", explica a docente.

image Lorena Falcão, professora de gastronomia da Unama, e o apresentador Prix Chemical foram ao mercado Ver-o-Peso comprar os ingredientes da delícia de cupuaçu (André Oliveira/O Liberal)

Para quem não consegue adquirir o fruto em sua forma original, o ideal é buscar opções mais práticas e fáceis, como a polpa já tirada do fruto. "A polpa pode ser um ótimo recurso para quem tem dificuldades", ressalta Lorena.

Além do cupuaçu, que é o carro-chefe da receita, a castanha-do-Pará faz toda a diferença no sabor e no preparo da sobremesa. A professora destacou a importância da castanha para a receita. "Ela vai ter uma importante contribuição com seu sabor meio amadeirado. Então, ela faz toda a diferença, seja em uma preparação salgada ou doce, como é o nosso caso", complementa.

Hora do preparo

Tudo pronto, ingredientes comprados e chegou a hora de colocar a mão na massa e preparar a delícia de cupuaçu. E quem vai se encarregar de preparar essa delícia, literalmente, é a chef Rose Moraes. A profissional, que foi uma das alunas de gastronomia da Unama, deu um toque especial à receita com o seu amor por doces e pela cozinha.

O preparo da receita iniciou pelo doce de cupuaçu. Ao longo da elaboração do prato, Rose revelou como iniciou sua vida na gastronomia e o que a fez escolher a Unama como instituição de ensino. "A gastronomia vem de infância, acompanhando vó e madrinha, que eram perfeitas. Eu cresci na cozinha, principalmente nos doces. Mas, hoje, tudo me encanta. Não só a cozinha dos doces, mas a cozinha de modo geral", destaca a profissional.

Durante o preparo, a chef de cozinha deu dicas para facilitar na hora de cozinhar e ainda deu orientações sobre investir em bons ingredientes. "É importante você separar todos os ingredientes antes da receita, porque assim você não esquece de nada. E outra, não economizar nos produtos que você vai usar. Assim, vai fazer um preparo de melhor qualidade", complementa Rose.

Importância da graduação

A gastronomia é uma área cheia de opções. O objetivo do curso superior na área é formar profissionais qualificados para o mercado de trabalho, através de conteúdos bem mais abrangentes do que a manipulação de alimentos e preparação de pratos. A chef de cozinha Rose Moraes destaca a importância de ter uma formação acadêmica para trabalhar na área.

"Cozinhar em casa, como era antigamente, só gostar da cozinha, não traz as técnicas necessárias para que você saiba, realmente, como preparar um processo exato de alguma receita. Então, o curso de gastronomia te traz isso, técnicas, para que você aprimore cada receita de forma mais elaborada, bonita. Você já tem o conhecimento, mas as técnicas são importantes", explica a profissional.

image A delícia de cupuaçu é uma das mais tradicionais sobremesas da região e traz uma mistura de sabores que é a cara do Pará (André Oliveira/O Liberal)

Entre um ingrediente e outro, a chef de cozinha, que também é formada em educação física e divide a cozinha com o amor pela costura, compartilhou sobre a sua rotina com as três profissões e o quanto a formação em gastronomia pela Unama trouxe mudanças para a sua vida pessoal e profissional.

"Mudou totalmente. Eu costumo me reinventar sempre. Entrei na gastronomia com 50 anos. Então, já era um diferencial em sala de aula. Não larguei nada, tudo se complementa. Hoje a minha vida é uma loucura, mas é uma loucura feliz, porque tudo o que eu faço, eu amo fazer", destaca.

Quer mais dicas do preparo da delícia de cupuaçu, aprender mais sobre a receita, além de conhecer um pouco mais sobre a gastronomia da capital paraense? Assista o episódio completo do "Belém Cidade Gastronômica" e fique por dentro de tudo o que está relacionado ao mundo de sabores e peculiaridades da gastronomia do estado.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Belém Cidade Gastronômica
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!