Suspeito de matar Aline cospe em repórter ao sair de delegacia

Eronildo Vasconcelos estuprou e matou Aline, que desapareceu após sair de casa para comprar fraldas para filha

Com informações do Uol

O eletricista Eronildo Martins de Vasconcelos, 45, suspeito de matar Aline Silva Dantas, 19, cuspiu em uma repórter da Band ao deixar a delegacia na noite de quarta-feira (2). Nas imagens, é possível ver o momento em que Vasconcelos cospe na jornalista Elisângela Carreira. Ela reage imediatamente e usa o microfone para bater no homem.

Após a agressão, a repórter criticou o eletricista e questionou se ele tinha filha. Nas redes sociais, Elisângela agradeceu as manifestações de solidariedade recebidas.

Caso - Aline desapareceu após sair de casa para comprar fraldas para a filha em Alumínio (SP) no dia 8 de setembro. Três dias depois, o corpo foi encontrado parcialmente carbonizado. Material genético do suspeito foi encontrado em Aline. Os resultados dos exames apontam que a jovem foi estuprada antes de ser morta. Vasconcelos já cumpriu pena em 2012 por tentativa de estupro. Ele nega ser o autor do crime, mas o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, afirmou que as provas vindas com o material genético são incontestáveis.

 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!