Mulher se interna com fratura no calcanhar, some de hospital e depois aparece morta

Hospital diz que ela saiu sem autorização de alta. Polícia investiga o caso.

Redação Integrada, com informações do G1

Uma mulher de 52 anos, que se internou no Hospital Salgado Filho, no Rio de Janeiro, para fazer uma cirurgia no calcanhar, sumiu e apenas seu corpo foi encontrado no Instituto Médico Legal da cidade.

Valéria Muniz de Carvalho estava no Salgado Filho desde a semana passada. Quando a família foi ao hospital, essa semana, ela não estava mais lá. Eles começaram uma busca e descobriram que ela havia morrido. Na sexta-feira (18), a família recebeu uma mensagem por Whatsapp dizendo que Valéria iria passar por alguns exames. No fim de semana, eles estranharam a falta de notícias.

Na segunda-feira (21), o namorado de Valéria foi ao hospital em busca de notícias e foi surpreendido com a informação que a paciente tinha deixado a unidade por conta própria.

 

“Como é que uma pessoa com pé quebrado, com uma fratura de calcâneo vai se evadir do hospital? Eu prontamente fui à delegacia ao lado prestar uma queixa. Dez horas da noite ela me prontificou que tinha um corpo realmente idêntico de Valéria no IML. Valéria foi encontrada numa rua Miguel Angelo, lá em Cachambi, que se torna uma coisa inviável. A família está querendo uma explicação sobre o que aconteceu realmente”, questionou o namorado de Valéria, Milton de Souza.

Em nota ao G1, a direção do Hospital Salgado Filho disse que a paciente saiu do hospital sem autorização de alta. Informou também que não houve alta a pedido, quando o paciente assina o termo de responsabilização por interromper o atendimento médico. Por esse motivo não há nenhum documento assinado pela paciente, segundo a unidade.

A Polícia Civil informou que diligências estão sendo realizadas e que aguarda o resultado do laudo pericial.

O corpo de Valéria já passou por necropsia e foi liberado para o enterro, que está marcado para a tarde desta quarta-feira (23).

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL