Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Empregado vira funcionário do mês após dar cadeirada em assaltante e viralizar na web

A padaria atendeu o pedido dos clientes e criou a categoria de 'funcionário do mês', que até então, não existia no estabelecimento

O Liberal

O funcionário Uerlisson Lessa virou funcionário do mês após impedir um assalto dando uma cadeirada no suspeito. O caso ocorreu em uma padaria de Porto Velho, em Rondônia, na última quinta-feira (23). As informações são do G1 Nacional.

O  vídeo das câmeras de segurança viralizou nas redes sociais e mostram exatamente o momento em que o suspeito abordou a funcionária do caixa. Uerlisson, que estava vendo o crime por trás, pegou uma cadeira de madeira e golpeou o homem entre a cabeça e as costas. Logo depois, ele agarrou o suspeito com um 'mata-leão' e o rendeu com a ajuda de outros funcionários, confira:

De acordo com a padaria, a mulher que estava no caixa era esposa de Uerlisson. Para a polícia, ela contou que o suspeito entrou no estabelecimento se passando por cliente, pegou alguns pães e quando foi pesar, mostrou uma parte da arma e anunciou o assalto. 

O dono da padaria revelou ao G1 que resolveu colocar a categoria de funcionário do mês após a repercussão do registro. "Nós não temos essa situação de funcionário do mês por aqui. Mas, após o ocorrido, vimos nas redes sociais muitas pessoas falando que ele deveria ser o funcionário do mês. Resolvemos fazer isso", declarou.

No instagram, eles postaram a foto do rapaz e escreveram. "O terror do assaltantes de pvh! Quer levar uma cadeirada?", veja:

 

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL