Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

TV Liberal é finalista em prêmio internacional de jornalismo ambiental

Reportagem de Fabiano Villela é a única brasileira selecionada na categoria “Vídeo-Cobertura Diária” do prêmio Covering Climate Now. Projeto da Universidade de Columbia (EUA) envolve mais de 900 conteúdos jornalísticos de 65 países

O Liberal

A TV Liberal está entre os três finalistas do prêmio Covering Climate Now, da Universidade de Columbia, dos Estados Unidos. A reportagem do jornalista Fabiano Villela concorre na categoria “Vídeo-Cobertura Diária”. Participam da premiação mais de 900 conteúdos jornalísticos de 65 países. A emissora paraense é a única representante brasileira, concorrendo com a matéria "Amazônia apresenta diversos pontos de queimadas e cicatrizes deixadas pelo desmatamento", exibida no Bom Dia Brasil, telejornal da TV Globo, no dia 20 de setembro de 2021. 

O prêmio é organizado pela rede global Covering Climate Now, que reúne mais de 460 organizações jornalísticas de todas as partes do mundo. Juntas, têm uma audiência de 2 bilhões de pessoas. Fundada em 2019 nos Estados Unidos, a CCNow tem entre seus integrantes veículos como The Guardian, CBS News, NBC News, ABC News, PBS NewsHour, Bloomberg, Agence France-Presse, Reuters, The Times of India, Nature, Scientific American e VICE World News, além de empresas jornalísticas regionais, profissionais freelancers e Universidades. 

A Amazônia e as mudanças climáticas

A reportagem mostra como os incêndios e o desmatamento se alastram pela porção sul da Floresta Amazônica, mesmo sendo uma área protegida por lei. Ilustra o que a televisão faz de melhor: apresentar o problema em detalhes gráficos ao mesmo tempo em que o jornalista sobrevoa as áreas afetadas para revelar a magnitude dos crimes ambientais. “Percorremos as duas regiões mais atingidas pelas queimadas e desmatamentos da Amazônia e mostramos a relação da destruição da floresta com as mudanças climáticas”, relata Fabiano Villela. 

Reportagem foi exibida no "Bom dia Brasil" (Reprodução/TV Globo)

Carlos Bonatelli, gestor de Jornalismo da Rede Liberal, destaca a relevância da premiação. “Temos muita satisfação de ver uma reportagem da TV Liberal como finalista de um prêmio internacional. Mais gratificante ainda por se tratar de uma tema tão importante mundialmente como é a Amazônia. Esse olhar cuidadoso sobre a nossa floresta retrata muito bem um dos caminhos que nosso jornalismo deve seguir”, ressalta o executivo. 

A seleção dos finalistas do prêmio Covering Climate Now, bem como dos trabalhos merecedores de Menção Honrosa, foi feita por um júri de 90 ilustres jornalistas de diversos países. Os vencedores de todas as categorias serão anunciados ainda em maio. No conteúdo jornalístico da TV Liberal, Fabiano Villela acumulou a produção, a reportagem e a edição de texto. A edição de imagens foi realizada pelo editor multimídia Antenor Filho. As imagens são de Fernanda Ligabue (projeto ‘Amazônia em Chamas’).  

Mais sobre o Grupo Liberal 

Fundado em 1966 com a aquisição de O Liberal pelo jornalista e empresário Romulo Maiorana, o Grupo Liberal é o maior conglomerado de comunicação da Amazônia e o 5° maior afiliado à Rede Globo. Ao longo de mais de cinco décadas, os principais acontecimentos e transformações culturais que marcaram a vida dos paraenses têm sido narrados nas linhas de nossos jornais (O Liberal e Amazônia), contados em nossos telejornais (Rede Liberal), sintonizados em nossas emissoras de rádio (Liberal Rádios), compartilhados mundo afora em nossas plataformas na web (OLiberal.com, G1 Pará, GE Pará e Gshow TV Liberal) e expressados no Arte Pará (Fundação Romulo Maiorana).

O Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!