Enfim, casados!

O enlace da cantora Gretchen com o saxofonista Esdras de Souza ocorreu ao pôr-do-sol e às margens do rio, na última quarta-feira, 30. Com seleto grupo de convidados e detalhes impecáveis, o casamento foi o acontecimento do ano

Christian Emanoel e Lorena Filgueiras

A bordo de um popopo [como os paraenses chamam os pequenos barcos que cortam os veios de água da região], do Recanto Aymoré, Gretchen chegou ao local do casamento, na Marine Espaço Náutico. Como uma personagem de um conto de fadas amazônico, cuja trilha sonora poderia ser a canção “Ao pôr do sol”, imortalizada na voz cantor Teddy Max, ela desembarcou em seu destino, no A Ilha Pool Bar & Restaurante. Usando um belíssimo vestido da grife espanhola Rosa Clará, a artista surpreendeu a todos com um toque irreverente: usava um tênis, personalizado especialmente para ela e coberto de pérolas. 

Transmitido ao vivo, pelo portal OLiberal.com, em parceria com a Fire Pit, milhares de fãs puderam acompanhar, em detalhes o “sim” do casal. 

Esdras de Souza chegou uma hora antes, acompanhado das filhas, Isabelle Cantão e Tatiana Evenyn, que foram as damas de honra. Sorrindo o tempo todo, o saxofonista e musicoterapeuta estava muito tranquilo. Ao ver a companheira a caminho do altar, ele decidiu recebê-la com um solo de sax – um momento de muita emoção para ambos, que se conheceram em um Círio de Nazaré e se casaram às portas de outubro. Gretchen, aliás, em entrevista exclusiva concedida à Troppo em maio deste ano, revelou uma longeva história de amor com o Pará. “Tenho muito carinho pela terra de vocês. Minha filha caçula, a Valentina, é paraense. Eu a adotei quando ela tinha apenas 10 dias de vida. Hoje, ela mora na França e estuda no sistema francês”. E contou que conheceu o Círio no ano passado, a convite de Fafá de Belém. “Vim e fiz uma apresentação com ela. Aliás, preciso contar que não era católica, mas a partir do momento em que eu conheci o Círio... na hora em que ela passou na minha frente, caí de joelhos no colo Dela. Tenho uma história muito íntima com Nossa Senhora, de uma promessa enorme que fiz, mas que, infelizmente, não posso contar. Foi uma das promessas mais importantes da minha vida e que se concretizou em menos de um mês! É uma coisa muito profunda. Eu a levo no meio peito. Em qualquer foto que façam minha, desde então, é possível vê-la pendurada em meu peito, no meu coração e na minha vida”, declarou. 

O casal (Carol Marques)

E foi acompanhada de Nossa Senhora de Nazaré, que uma serena Gretchen caminhou até ao altar. O relicário que ela usava trazia a imagem da padroeira dos paraenses – só uma das inúmeras curiosidades que permearam o casamento e a festa. O evento teve a organização da Tulle Assessoria de Eventos, produção de Samel Produções e cenografia/decoração assinadas por Fátima Petrola. A estrutura personalizada de palco, coberturas e efeitos especiais foram da ZTron (que inclusive providenciou o lindíssimo efeito de balar de sinos), com som e iluminação da Led Show.

Vestido de rainha

Um traje de alta costura, aliando o tradicional ao romântico. Da grife Rosa Clará, de Barcelona, veio o belíssimo vestido de noiva. Representada, em Belém, pela Boutique Noiva dos Sonhos. “Optamos por um modelo que refletisse o conceito da festa”, declarou Arthur Maciel, sócio da Noiva dos Sonhos e representante da Rosa Clará, na capital paraense. Personalidades nacionais e internacionais já usaram vestidos da grife Rosa Clará, entre elas, Victoria Ceridono, editora de beleza da Vogue; Maria Francisca Perellóa, esposa do tenista espanhol Rafael Nadal e Antonella Roccuzzo, esposa do jogador argentino Lionel Messi.

Gretchen e seu vestido de noiva (Carol Marques)

A Boutique Noiva dos Sonhos também foi responsável pela imagem sacra de Nossa Senhora de Nazaré usada na cerimônia, assim como as joias usadas pela noiva – assinadas pelo celebrado designer Miguel Alcade. 

O dia de noiva, bem como cabelo e make foram no Salão Júnior Fiel RG. O hair stylist Júnior Fiel cuidou pessoalmente de toda a produção de Gretchen.

Já Esdras de Souza trajou um elegante terno em tom pastel, da Ellis Verline for man.

Doces lembranças

A mesa de doces do casamento foi uma festa aos sentidos. “Valorizamos a riqueza da culinária da Amazônia com doces feitos com cupuaçu, bacuri, açaí, tapioca e castanha-do-Pará”, contou a chef Suely Amaral, da Doçuras Noblesse. 

Os macarons, em azul, com aplicação de folhas comestíveis de ouro foram criação da chef patissier Paola Electo. Gretchen e Esdras escolheram o trabalho da cake designer Lorena Lourinho que fez os bem-casados – doces que ganharam recheios regionais de bacuri e cupuaçu. “O recheio, na verdade, foi brigadeiro feito com a polpa da fruta e leite condensado”, explicou Lorena. A mesa de doces também destacou os sabores locais. A noiva pediu duas torres de suspiros, doce delicado feito com açúcar e claras de ovo, que foram preparados pela cake designer Mika Yamaga, e que ganharam toques de cumaru, uma fava tipicamente amazônida. 

Bolo e doces

A estrela da mesa de doces, como não podia deixar de ser, foi o bolo de casamento, com cinco andares e que foi assinado pelo cake designer Milton Santos. Falando em bolo, houve um momento surpresa: o “parabéns a você” para Esdras, aniversariante do dia. Um bolo em formato de sax, da Duo Cake, deixou o noivo sem palavras.

O buffet da festa privilegiou sabores regionais e foi todo feito pelo A Ilha Pool Bar e Restaurante, Ver-O-Açaí e pelo Matsi Culinária Consciente.

Já a carta de drinks foi elaborada por Jane Tuñas, empresária do ramo da coquetelaria, que privilegiou as bebidas favoritas dos pombinhos. “Gretchen ama o moscow mule. Por isso tivemos várias releituras. Do tradicional ao de frutas vermelhas”, disse. 

No setlist, recheado de clássicos de Frank Sinatra, Elton John, Michael Jackson, que agitou os seletos convidados, ficou por conta da Royal Band e de Carol Ferreira. Carol Ferreira cantou na cerimônia. O DJ oficial da festa foi Marcelinho, que tem 20 anos de carreira em eventos sociais, como cerimônias de casamentos e 15 anos. Ele preparou um repertório especial para os noivos, que se divertiram até a madrugada.

Aliança para sempre

O par de alianças dos noivos foi assinado pelo conceituado designer e joalheiro Ivaldo Silva, da Gold Joias, que revelou: Gretchen e Esdras optaram por um estilo mais tradicional, “mas sem perder o traço marcante e imponente”. Atendendo aos desejos do casal ele produziu uma joia personalizada e única: em ouro amarelo na parte externa e, na parte de dentro, em ouro branco. 

Os tempos ainda exigem cuidados redobrados

Por essa razão, todos os convidados do casamento receberam máscaras especiais produzidas pela grife Letícia Nassar. “Foram confeccionadas 120 unidades em tricoline, 100% algodão, personalizadas com a logo dos noivos e nas cores azul serenity e cinza gelo”, detalhou Letícia. A cenógrafa Fátima Petrola organizou todo o espaço de modo a não haver proximidade entre as pessoas, mas com muito acolhimento a todos – prevenindo de aglomerações. Além das máscaras, todos os convidados foram recebidos com frascos de álcool gel, personalizado pelo Thais Ferreira Atelier.

Máscaras personalizadas para a proteção dos convidados (Carol Marques)

“Preciso nem dizer o quanto nós estamos felizes. Nós realmente fizemos questão que o evento fosse realizado no meio da pandemia, porque somos influenciadores e representantes do ramo dos eventos e queríamos mostrar que é possível fazer evento. É só fazer dentro das normas, dentro do projeto, com todo cuidado – sem problemas de contaminação, de disseminação do vírus e estamos mostrando para o Brasil inteiro. Sei a força que meu nome tem e é por isso que fiz questão de que tudo ocorresse em Belém, que é a terra dele”, disse Gretchen, olhando para o marido Esdras de Souza. “É o lugar onde ele nasceu, onde os amigos dele vivem e seria totalmente sem propósito fazer em São Paulo, porque ele estaria completamente sozinho. Eu sou uma pessoa do mundo. Posso estar onde eu estiver e as pessoas estarão me vendo, mas ele estaria longe das pessoas que são próximas, da família, dos amigos mais pessoais. Estou muito orgulhosa de fazer parte desse Estado – mais ainda de conhecer toda essa cultura e o carinho que tem por mim e digo pra vocês que sou paraense já”, declarou a noiva do ano.

Troppo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!