Transporte dos Carros do Círio movimenta vias de Belém e emociona fiéis

Eduardo Rocha

A cada ano, o transporte dos Carros do Círio de Nossa Senhora de Nazaré mexe com os belenenses e visitantes da capital paraense, e nesta quarta-feira (9) à noite não foi diferente. Guardas de Nazaré, Diretoria da Festa, paroquianos e fiéis em geral da Grande Belém começaram a transportar os 13 carros que fazem parte da grande romaria do Círio de Nazaré por volta das 21 horas, tendo como destino os galpões da Companhia Docas do Pará (CDP). Antes de iniciar o transporte, os Carros foram expostos na frente da Basílica Santuário.

Ao longo de quatro quilômetros de percurso da Basílica Santuário até a CDP, não faltou entusiasmo aos fiéis. Eles seguiram pela Avenida Nazaré, Travessa 14 de Março, Rua Antônio Barreto, avenidas Visconde de Souza Franco e Marechal Hermes até os galpões. Os Carros do Círio transportados são: Carro de Plácido, Barca dos Escoteiros, Barca Nova, quatro Carros dos Anjos, Cesto de Promessas, Barca com Velas, Barca Portuguesa, Barca com Remos, Carro Dom Fuas e Carro da Sagrada Família.

Na avaliação do diretor de Procissões da Diretoria da Festa de Nazaré, Antônio Sousa, "o evento é maravilhoso, está crescendo muito". "A população abraçou esse evento; antigamente era só a Guarda de Nazaré que fazia, tarde da noite o transporte, e há cinco anos temos a exposição dos Carros, o povo abraçou e hoje é um grande evento. É uma emoção muito grande estar aqui nessa Doca (avenida Visconde de Souza Franco) completamente tomada por fiéis ao lado dos 13 Carros de Nossa Senhora", assinalou.

Avenidas ficaram lotas durante o transporte dos carros (Cristino Martins / O Liberal)

A auxiliar administrativa Mariana Almeida, ao lado do marido Ronald e da filha de apenas um ano e sete meses, emocionou-se durante a caminhada. "É a minha primeira vez e também da minha filha, e é demais emocionante", afirmou Mariana, começando a chorar em plena Doca de Souza Franco.

ntes da saída do entorno da Praça Santuário, as pessoas envolvidas na ação reuniram-se para uma oração. O mesmo procedimento foi previsto para a chegada à CDP. Os Carros e devotos recebeberam homenagens de moradores de casas e prédios ao longo do trajeto. De acordo com a Diretoria da Festa de Nazaré, a cada ano cresce a participação de devotos, o que faz com que o Transporte dos Carros do Círio seja considerada uma pequena procissão reunindo cerca de 3 mil pessoas.

Participam desse transporte até a CDP os Diretores da Festa de Nazaré, a Guarda de Nazaré, SEMOB, Guarda Portuária, Polícia Militar, Guarda Municipal, Cruz Vermelha e alguns promesseiros.

De acordo com a Diretoria da Festa, desde 1980, o Transporte dos Carros que participam da Festividade de Nossa Senhora de Nazaré é realizado dessa maneira. Anteriormente, esses Carros eram levados para a CDP na madrugada que antecede o Círio. O primeiro Carro (dos Milagres) a ser inserido no Círio foi o que lembra o milagre acontecido em 1182 a Dom Fuas Roupinho, fidalgo português, que esteve prestes a despencar num abismo com seu cavalo, mas recorreu à Nossa Senhora de Nazaré e foi salvo. A ordem de inserção desse Carro partiu da Rainha de Portugal, Dona Maria I, em 1805.

O Círio de Nazaré 2019 é uma realização da Arquidiocese de Belém, Basílica Santuário de Nazaré, Diretoria da Festa de Nazaré, Governo do Estado do Pará e Prefeitura de Belém.

 

O Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!