Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Urologista alerta para cuidados com a saúde do homem

Novembro Azul é dedicado a conscientizar a população sobre a prevenção do câncer de próstata

Por conta do Novembro Azul, muito se fala sobre câncer de próstata, mas existem diversas outras enfermidades que acometem a parcela masculina da população. Segundo o Ministério da Saúde, a cada três mortes de pessoas adultas, duas são homens. Parte desse cenário se deve a questões culturais como, por exemplo, o fato de meninos não serem tão estimulados a procurar ajuda médica desde a puberdade, como ocorre com as meninas, e isso se desdobra em outras fases da vida.

Ricardo Rocha, médico urologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia (TiSBU), tem mais de 21 anos de carreira e afirma que o homem vive em média sete anos a menos do que a mulher. "As doenças cardiovasculares como infarto cardíaco e derrame estão entre as principais causas de morte, o câncer vem logo a seguir. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA): o câncer de próstata (CAp) mata um homem a cada 38 minutos no Brasil. Daí a necessidade de expandir a campanha do Novembro Azul para o cuidado global com a saúde masculina. O homem brasileiro, de um modo geral, em todas as classes socioeconômicas continua resistindo a ideia de agir preventivamente e buscar ajuda com exames e consultas mesmo que não esteja sentindo nada", pontua o médico.

Para o médico urologista Ricardo Rocha, o homem de sucesso e inteligente é aquele que se cuida (Arquivo Pessoal)

A automedicação também é uma prática comum entre os homens, que não costumam compartilhar informações sobre sintomas que estejam sentindo, deixando para procurar o médico quando as dores já se tornam quase incapacitantes. "Atualmente o que mais leva o homem brasileiro ao médico são sinais e sintomas derivados de um estilo de vida doentio, apresentando queixas como cansaço e esgotamento físico, mental e sexual - associados a sobrecarga emocional de estresse, ansiedade e muitas vezes sintomas depressivos", acrescenta o urologista.

Questões sociais também são complicadores para que os homens façam o acompanhamento de saúde preventivo, como o preconceito associado ao exame de toque retal, imprescindível para o diagnóstico do câncer de próstata. O médico Ricardo Rocha detalha o atendimento na consulta urológica. "É solicitado um exame de sangue chamado PSA (Antígeno Prostático Específico), uma enzima, cuja produção aumenta em casos de doenças benignas e malignas da próstata. Esse aumento do PSA uma vez analisado por um médico treinado, pode levantar a suspeita de CAp. Outro exame fundamental, é o toque retal. Um exame físico, rápido, indolor e eficaz para detectar nódulos suspeitos na superfície da próstata. Juntos PSA e toque retal, podem detectar com até 80% de precisão um CAp precoce", garante o médico.

Segundo recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia todo homem a partir de 50 anos deve fazer consultas preventivas, uma vez por ano, para detecção precoce de um possível CAp. Atenta às necessidades do seu público, a FarmaLíder inaugurou, em outubro, o LabLíder, um laboratório de análises clínicas no Shopping Castanheira equipado com os mais modernos testes disponíveis no mercado. 

Biomédico Alberto Ray informa que o Lablíder oferece exames de rastreio e diagnóstico de diversas doenças (Arquivo Pessoal)

De acordo com o biomédico Alberto Ray, responsável pelo laboratório, para o diagnóstico precoce primeiramente é realizado o exame que se chama PSA (antígeno prostático específico). "É uma proteína produzida em sua maioria na próstata. A alteração na concentração pode indicar alguma alteração no órgão, como por exemplo prostatite, hiperplasia prostática ou carcinoma da próstata. O exame PSA é recomendável para homens acima de 40 anos que apresentem histórico de câncer de próstata na família, se não houver histórico o indicativo é que seja feito a partir dos 50 anualmente”, afirma o biomédico.

Além do PSA, o LabLíder realiza todos os exames para rastreio e diagnóstico de diversas doenças com foco na saúde do homem. Para ter mais informações, clique aqui.

Conteúdo patrocinado
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!