Visita traz informação e aprendizado para jovens de Barcarena

Imerys de Portas Abertas apresenta as propriedades do caulim e áreas de atuação no Pará

Publieditorial

Aos 15 anos de idade, o jovem Vitor visitou uma planta industrial pela primeira vez na vida. Ao final da visita, ele falou para a mãe, dona Shirley: “Mãe, eu quero trabalhar aqui”, ao que ela respondeu: “Então trate de estudar, e muito”. 

Shirley Barreto tem 40 anos e três filhos. Eles moram juntos no bairro de Vila do Conde, em Barcarena. Acompanhada dos dois mais velhos, Vitor e a irmã, de 14 anos, ela visitou a planta da Imerys, em Barcarena, durante o Imerys de Portas Abertas, evento realizado no último sábado (28).

Para ela, a visita poderia inclusive ter durado mais, pois é um incentivo para os pequenos: “Eu sempre falo muito para eles estudarem bastante e se dedicarem. Essa oportunidade de visitar a empresa me dá essa abertura para reforçar a ideia. Eu mesma fiz curso de Eletricista na Casa Imerys e hoje faço por conta própria um de Máquinas Pesadas, pois quero encontrar emprego nessa área”, conta.

Ação visa incentivar jovens a conhecer mais sobre o minério (Divulgação / Imerys)

O evento idealizado pela Imerys foi realizado no último sábado, 28, e buscou informar jovens de 12 a 19 anos sobre as propriedades do caulim e a atuação da Imerys no Pará.

O objetivo é que eles recebam informações e multipliquem para colegas e moradores da comunidade, além de incentivar os vizinhos a também se inscreverem e participarem do evento — Juliana Carvalho, coordenadora de Comunicação & Relações com a Comunidade na América Latina da Imerys

Durante a manhã, a turma de 43 visitantes, entre jovens e seus responsáveis, visitaram a produção da planta, conhecendo o processo de beneficiamento de caulim mais de perto, e também visitaram a bacia 3 da empresa, para aprender sobre o monitoramento e segurança da estrutura.

“Foi muito bom conhecer a bacia e compreender muitas coisas que as pessoas falam sem conhecimento, muitas vezes espalhando informações que não são reais. Outra questão que me chamou a atenção foi o reaproveitamento da água acumulada na bacia, que volta para o processo, isso é ótimo para o meio ambiente”, conta o jovem Vinícius Lima, de 19 anos, morador de Vila do Conde. Ele já tinha visitado a Imerys três vezes há alguns anos, mas pela primeira vez foi a uma das bacias.

Ao final, todos participaram de um quiz sobre a empresa e os vencedores ganharam brindes. Também foram entregues mudas de árvores a cada visitante, que foram incentivados a plantar e cultivar nas suas comunidades.

Participantes responderam quiz e ganharam brindes (Divulgação / Imerys)
Durante a visita foram entregues mudas de árvore aos visitantes (Divulgação / Imerys)
Publieditorial
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!