Grandes negócios alavancam economia local

Do empreendedor individual até as grandes empresas, financiamento do Banco da Amazônia ajuda a desenvolver a região

Elisa Vaz

Por meio de programas de crédito a diversos setores produtivos da economia local, o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), que é operado pelo Banco da Amazônia há três décadas, já alavancou muitos negócios.

Apesar de 51% de seus recursos serem resguardados aos segmentos de menor porte, as grandes empresas também podem ter acesso ao fundo, em qualquer área de atuação.

Conforme destaca o superintendente regional do Pará e Amapá do Banco da Amazônia, Luiz Lourenço, o FNO permite que os empreendimentos recebam uma boa fonte de recursos e modernizem seus processos produtivos.

O Banco libera financiamentos a todos os segmentos, em qualquer porte, desde o empreendedor individual até as grandes empresas, desde o pequeno agricultor familiar até o grande produtor rural. A modernização ocorre por meio da compra de novas máquinas e equipamentos, para ampliar a capacidade produtiva com o financiamento de projetos e implantar novos negócios — Luiz Lourenço, superintendente regional do Pará e Amapá do Banco da Amazônia

Existem algumas modalidades de acesso ao FNO. Uma delas é o capital de giro, para o setor não rural, e os projetos de investimento, que podem ser mistos ou não. Também é possível trabalhar a inovação tecnológica e as linhas de energia verde ou sustentáveis.

“As grandes empresas podem acessar o fundo de várias formas. Pela sustentabilidade, as empresas que têm altas contas de energia podem diminuir seus custos operacionais e mostrar responsabilidade socioambiental, com a energia renovável ou a solar”, destaca o superintendente Luiz Lourenço.

Alguns dos benefícios do FNO, segundo Lourenço, é a vantagem da baixa taxa de juros – a menor e a melhor do mercado, afirma ele.

Os números variam de acordo com o porte do empreendimento, de 4,44 a 6% ao ano, sendo que a taxa média é de 5,39%, o que equivale a 0,44% de juros ao mês.

Para as empresas menores, a taxa é reduzida. Já nos municípios mais desenvolvidos da região, esse número fica maior, em torno de 6,38% ao ano.

Entre os setores que têm acesso ao fundo estão a saúde, transporte, logística, alimentos e educação, entre outros.

Investindo na Amazônia

Um dos clientes fiéis do Banco da Amazônia é o laboratório Amaral Costa Medicina Diagnóstica, que já tem 65 anos de atuação e utiliza recursos do FNO há quase uma década.

Decidimos buscar esse apoio no fundo porque ele investe na Amazônia com recursos subsidiados, juros reduzidos e longo prazo de pagamento, o que propicia melhor planejamento e estabilidade na operação — Alberto Amaral, sócio-proprietário do laboratório Amaral Costa

Segundo o empresário, o primeiro financiamento do FNO, há nove anos, foi para aquisição do equipamento WorkCell, para exames laboratoriais. Já a segunda parceria foi há dois anos, quando a equipe ampliou o portfólio de exames, com construção de novo prédio, aquisição de equipamentos de ressonância magnética e tomografia computadorizada e a renovação do parque tecnológico de exames laboratoriais.

Alberto acredita que o financiamento nivelou o laboratório com os principais do País e deu mais qualidade e agilidade na entrega dos resultados, além de ser, hoje, um centro de diagnósticos com equipamentos de alta tecnologia e profissionais de qualidade.

“A grande importância dos financiamentos do FNO é propiciar que grandes empresas tenham mais recursos para competir em igualdade com os principais empreendimentos do Brasil. Com isso, nós desenvolvemos a região e geramos benefícios a toda população, tanto para os empresários quanto para usuários e consumidores”, conclui Alberto Amaral.

Publieditorial
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!