Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Black Friday traz oportunidades no segmento de alimentação. Confira!

Sebrae no Pará destaca que ação de vendas vai além do giro dos produtos e pode ser uma forma de potencializar o negócio

A Black Friday, sexta-feira de ofertas, que ganhou o mundo com promoções esperadas durante todo o ano, está marcada para o dia 26 de novembro. O segmento de alimentação, muito impactado pela pandemia, pode aproveitar o período para reforçar as vendas e conquistar novos clientes. A proposta inicial da Black Friday é limpar o estoque e levantar capital de giro para a maior época de vendas, o Natal. Entretanto, de acordo com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae no Pará, o período é uma grande chance de ativação da marca, principalmente para os empreendedores de pequenos negócios.

Péricles Diniz, analista da Unidade de Relacionamento Empresarial do Sebrae no Pará, afirma que o segmento da alimentação pode potencializar os negócios com a Black Friday. Há vários tipos de empresas dentro desse segmento. Restaurantes podem fazer promoções com cardápios específicos para a Black Friday. E podem centralizar em um canal que não tenha tanto giro. Um exemplo pode ser um determinado prato em promoção em aplicativo de delivery. O cliente, quando vai buscar essa promoção, acaba visualizando outras opções do restaurante e pode aumentar o valor do pedido. Já para minimercados e bares, também podem ser colocados em promoção aqueles produtos com pouco giro”, orienta.

Péricles Diniz, analista da Unidade e Relacionamento Empresarial, destaca que ofertas são excelentes para ativar a marca de empresários de pequenos negócios (Divulgação)

Para o analista, a melhor estratégia é optar por alguns produtos específicos ou canais, como delivery ou redes sociais, em vez de colocar todo o estabelecimento em oferta. Entretanto, os pequenos negócios precisam se preparar muito bem para a Black Friday. 

“Nesse momento, ainda com a pandemia, as pessoas se assustam com aglomeração, por isso é importante que o empresário preveja  esse comportamento. Também, tudo que oferecer precisa entregar, com transparência. Um erro comum é vender um prato para duas pessoas com preço de Black Friday e, na entrega o produto,  não servir duas pessoas. Você queima a sua empresa naquele momento. E em uma velocidade de informação muito grande, a propaganda negativa é muito veloz e ruim para a pequena empresa”, alerta Péricles.

Estar atento à concorrência é importante, porém é bom lembrar que as possibilidades são diferentes. “Estude formação de preço, o que você pode fazer para não ter prejuízo, e cumpra o que se propõe. Além disso, seja transparente, isso faz com que as pessoas realmente valorizem a empresa. Se você vende bolo, mas não consegue entregar nesse período de Black Friday, porque a demanda vai ser muito grande, então a promoção deve ser apenas para retirada”, pondera o analista do Sebrae.

O Sebrae pode ajudar as empresas a planejarem a Black Friday oferencendo consultoria e cursos.  “Nossos especialistas estão nas 13 unidades no estado, preparados para auxiliar o empresário e seu estabelecimento para a Black Friday. Temos também materiais, planilhas, ferramentas para a montagem de preços de forma segura. Temos páginas com conteúdos, lives, vídeos gravados, muita coisas para esse período”, detalha Péricles.

Para conferir mais dicas e ações para levantar negócios na Black Friday, acesse o site oficial do Sebrae no Pará.

Conteúdo patrocinado
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!