Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Bolsa de estudos da Fibra já formou mais de 4 mil professores. Saiba como ser bolsista!

Programa do Centro Universitário incentiva a formação de professores em História, Geografia, Letras e Pedagogia

Transformar vidas e realizar sonhos é o papel da Educação. E foi através dos estudos que a paraense Laura Fernandes, teve a possibilidade de se tornar professora. Ex-aluna do Centro Universitário Fibra, ela teve acesso a uma bolsa de estudos durante graduação em Letras.

Laura trabalhava no setor da Mineração e, na época, sua rotina era muito cansativa. A leitura era meu passatempo no horário do almoço. A influência de professores tão apaixonados pela profissão, a leitura, a paixão pela Língua Inglesa e vontade de trabalhar com crianças foram fatores que lhe ajudaram a escolher a sua profissão. “Sempre gostei muito da Língua Inglesa, mas a minha vontade de ser professora iniciou quando comecei a ter contato com amigos que são professores. Acompanhar o dia a dia deles e a dedicação que sempre tiveram me encantou de uma forma muito peculiar. Eu ficava me perguntando em como realizaria este sonho, pois eu não podia parar de trabalhar para estudar”, conta a professora.

Ela pesquisou bastante onde poderia cursar Letras e escolheu o Centro Universitário Fibra.

A Fibra oferece aos alunos o  Programa de Incentivo à Formação de Professores, que concede um desconto no preço da mensalidade para todos os estudantes dos cursos de licenciaturas. Desde a sua implantação, em 2017, o programa já contemplou aproximadamente 4 mil alunos da instituição. O Programa contempla os cursos de licenciaturas, ou seja: Letras, Pedagogia, História e Geografia. 

“Essa bolsa foi fundamental e decisiva para que eu iniciasse e permanecesse no curso ao longo de três anos e meio. Não foi uma decisão fácil, pois eu era a responsável financeira e tive receio de não poder arcar com os custos de uma faculdade particular. A oportunidade de participar do programa me deixou mais segura e possibilitou que eu conseguisse concluir o curso que eu tanto desejei”, relata Laura.

“O Centro Universitário Fibra é reconhecido, tanto pela sociedade quanto pelo MEC, vide a grande quantidade de cursos com as melhores notas e notas máximas, como uma instituição de altíssima qualidade. A oferta de bolsas de estudo, que é um auxílio fundamental para o incentivo à formação de profissionais de qualquer área do conhecimento, é mais um reflexo dessa qualidade, pois demonstra a preocupação da instituição com a formação de seus alunos”, destaca o coordenador do Curso de Letras e Coordenador de Extensão da Fibra, Gabriel Lage.

A bolsa de estudos é um auxílio fundamental para o incentivo à formação dos profissionais, destaca Gabriel Lage (Acervo pessoal)

Após concluir Letras, Laura também cursou a Especialização em Ensino/aprendizagem de Língua Inglesa na instituição. Ela também cotou com o desconto proveniente de bolsa de estudos.

Hoje, aos 35 anos, ela está realizada e buscou realizar novos sonhos: “Ao longo do curso de Letras, eu também me apaixonei pela Pedagogia e pela possibilidade de, além de trabalhar com a Língua estrangeira que eu amava, também trabalhar com crianças em outros contextos. Dessa forma, segui estudando e graduei em Licenciatura Plena em Pedagogia, pela Universidade Federal do Pará. Hoje atuo como professora de Língua Inglesa e Pedagoga na Educação Infantil e Ensino Fundamental 1”.

“Preocupada em incentivar a formação de professores, a Fibra criou esse programa para custear parte de todas as mensalidades dos alunos nos cursos de. Desta forma, a instituição cumpre seu com sua responsabilidade social e entende que Educação de qualidade parte de uma boa formação de professores”, frisa a pró-reitora da Fibra, professora Irene Noronha Seabra. 

Centro Universitário acredita na Educação para formar professores para o mercado de trabalho (Acervo pessoal)

Cursos nota máxima

Todos os anos, o Ministério da Educação (MEC) realiza a avaliação de cursos do Ensino Superior brasileiro pelo Conceito Preliminar de Curso (CPC). Esse conceito é utilizado pelo órgão para avaliar a qualidade dos cursos nas universidades do país. Por meio da nota do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e de visitas técnicas que verificam a qualidade da infraestrutura e do corpo docente dos cursos, o ministério chega à nota final, que vai de 0 a 5. Quanto mais próximo de próximo de 5 for o índice, melhor é a classificação da instituição.

Em dezembro de 2020, o MEC divulgou as notas que se referem às classificações do ano anterior. No Pará, o Centro Universitário Fibra tem nota máxima em vários cursos de graduação. São eles: Direito, Enfermagem, Letras e Administração.

Para saber mais sobre o Programa de Incentivo à Formação de Professores da Fibra, acesse aqui.

Conteúdo patrocinado
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!