Na COP 28, mulheres paraenses participam de encontro sobre transição energética na Amazônia

Liderança indígena Auricélia Arapium e professora da UFPA Lise Tupiassu estarão no painel “Desafios e oportunidades na geração de energia na e para a Amazônia brasileira”

Ádria Azevedo | Especial para O Liberal
fonte

Nesta segunda (4), um painel realizado na COP 28 (28ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas) vai debater os “Desafios e oportunidades na geração de energia na e para a Amazônia brasileira”, das 11h30 às 13h (horário local) desta segunda-feira, 4. O encontro, que reunirá indígenas, quilombolas e cientistas brasileiros, contará com a participação de duas paraenses.

A liderança indígena Auricélia Arapim, representante dos povos do Baixo Tapajós, e a doutora em Direito e professora da Universidade Federal do Pará (UFPA) Lise Tupiassu estarão no debate, que pretende discutir os caminhos para uma transição energética sustentável e de baixo impacto socioambiental.

Durante o evento, devem ser abordadas a necessidade de conectar comunidades amazônicas a sistemas de produção de energia, bem como as ameaças impostas por grandes projetos de geração de energia, como hidrelétricas, termelétricas e usinas eólicas. Populações tradicionais defendem que precisam ser ouvidas nesse contexto, para que sejam garantidos justiça climática e seu próprio futuro. 

Além das paraenses, também participam da mesa o coordenador geral da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB), Toya Manchineri; a presidenta da Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso (FEPOIMT), Eliane Xunakalo; a coordenadora da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ), Kátia Penha; o gerente de Projetos do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA), Ricardo Baitelo; e o coordenador geral do Mapbiomas, Tasso Azevedo.

É possível acompanhar o painel neste link

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
O Liberal
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!