Ações socioambientais ajudam região do Xingu

Valéria Nascimento

Nos municípios próximos à Usina Hidrelétrica Belo Monte, a parceria com a empresa Norte Energia, responsável pela construção e operação do empreendimento, gerou frutos positivos. Somente no âmbito do licenciamento ambiental da hidrelétrica instalada do rio Xingu, mais de 117 programas e projetos socioambientais foram desenvolvidos para fomentar o desenvolvimento sustentável da região e minimizar ou compensar a interferência da instalação da Usina.

O investimento na área socioambiental impressiona: cerca de R$ 6,3 bilhões, revertidos em mais de cinco mil ações executadas em cinco municípios vizinhos ao empreendimento.

Dentre todas essas ações, o trabalho incluiu, ainda nos primeiros anos de implantação de Belo Monte, o fortalecimento da gestão municipal para atendimento à legislação ambiental, por meio da implantação de aterros sanitários e de política municipais de resíduos sólidos, iniciativas que tiveram como objetivo contribuir para que os municípios trilhassem um caminho mais sustentável.

Mas nada disso seria viável sem o esforço voltado à educação ambiental das comunidades que ali vivem. E um dos grandes méritos de Belo Monte foi a criação do Centro Regional de Educação Ambiental do Xingu (CREAX), que hoje é uma organização independente e parceira da Norte Energia em ações tanto no âmbito do licenciamento ambiental da Usina como por meio do projeto de responsabilidade social da empresa, chamado Belo Monte Comunidade.

Notícias
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!