Fake news: Aleitamento materno pode transmitir covid-19

Sespa explica que não há comprovação científica a respeito

Victor Furtado

Mensagens sobre isso circulam entre uma dúvida comum e fake news com tom alarmista. Há conversas sobre o risco de transmissão da doença causada pelo coronavírus sars-cov-2 via leite materno. E até se fala em evitar o leite materno estocado nos bancos de leite da Fundação Santa Casa de Misericórdia. Não é bem assim. Por sinal, o banco de leite da Santa Casa está precisando das doadoras cadastradas e de novas doadoras.

A Sespa explica que não há qualquer comprovação científica de que o aleitamento materno tenha transmissão direta da covid-19. Há estudos sendo conduzidos sobre isso. Mas, por enquanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o aleitamento para os bebês. É o principal e melhor alimento para bebês desenvolverem as próprias defesas contra todo tipo de doença. No entanto, mães que esteja com sintomas suspeitos devem se organizar com alguns cuidados: estar de máscara, mãos e seios higienizados antes e depois da sessão de amamentação, roupas limpas e higienização de bombinhas e mamadeiras.

Isso é fake news!
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!