Hemopa promove ação humanitária em defesa do hemocentro do Amapá

A partir da campanha “SOS da doação de sangue para o Amapá”, o hemocentro do Pará convocou voluntários para doação nos próximos dias 10 e 11

João Thiago Dias / Com informações da Agência Pará

O Governo do Pará, por meio da Fundação Hemopa, decidiu mobilizar a população paraense para uma ação humanitária de coleta de sangue em favor da população de estado do Amapá que, desde a última terça-feira (3), sofre com a falta de energia após um incêndio na mais importante subestação estadual, na Zona Norte de Macapá.

A queda de energia em 13 dos 16 municípios do Amapá afeta o fornecimento de água, já que, sem eletricidade, as bombas hidráulicas não funcionam, e há impacto na saúde pública com risco de desabastecimento de transfusão de sangue.

Com isso, a Gestão do Hemopa lançou a campanha “SOS da doação de sangue para o Amapá”, convocando voluntários para doação de sangue, nos dias 10 e 11 de novembro. A intenção é contribuir com o reforço do estoque de sangue do hemocentro estadual e, assim, ajudar a salvar muitas vidas de pacientes internados na rede hospitalar amapaense.

Para o presidente da Fundação Hemopa, Paulo Bezerra, ''este é um momento de união e generosidade dos paraenses com os irmãos do Amapá, que podem sofrer com a falta de transfusão de sangue''.

O gestor ressaltou que terá um esforço duplo para ajudar o hemocentro do Amapá, tendo em vista que a pandemia reduziu o comparecimento de doadores em toda hemorrede brasileira, mas ele aposta na solidariedade da sociedade do Pará em atender este apelo para doação de sangue a ser enviada para Macapá.

De acordo com a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, todos os protocolos de segurança serão mantidos para o atendimento dos voluntários da campanha, como a obrigatoriedade do uso de máscara, distanciamento de uma cadeira e outra, disposição de álcool em gel, além de orientações repassadas por profissionais do hemocentro, durante atendimento dos candidatos à doação de sangue.

Doações

As doações de sangue podem ser feitas na sede do hemocentro e nas Unidades de Coleta do Castanheira e da Estação Cidadania do Pátio Belém.

Para doar o voluntário deve ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar em boas condições de saúde e apresentar um documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH, Passaporte ou Carteira de Trabalho).

De acordo com as orientações do Hemopa, quem teve covid-19 deve esperar 30 dias após a cura para doar. E quem teve contato com pessoas que tiveram covid-19, deve esperar 14 dias após o contato.

Serviço

O Hemocentro sede fica na travessa Padre Eutíquio, 2109, no bairro Batista Campos, em Belém. O atendimento é de segunda a sexta, das 7h30 às 18h; e aos sábados, das 7h30 às 17h.

A unidade de coleta no Shopping Pátio Belém, que fica na avenida Padre Eutíquio, atende de segunda a sexta, das 9h às 16h. O doador de sangue tem direito a estacionamento grátis por quatro horas.

A unidade de coleta do Shopping Castanheira, na rodovia BR-316, Km 1, tem acesso pelo Pórtico Metrópole, e atende de segunda a sexta,das  7h30 às 18h. Sábados, das 7h30 às 17h.

Mais informações: 3110-6500

O Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!