Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Óleos essenciais para insônia: realmente funcionam?

Entenda como a aromaterapia age para facilitar o sono

Izabelle Araújo

Muito além de trazer um perfume agradável ao ambiente, a aromaterapia tem sido cada vez mais utilizada como tratamento para diversos sintomas e doenças. A ciência demonstrou a eficácia do uso dos óleos essenciais na estimulação de diferentes partes do cérebro, por meio de partículas liberadas por essas substâncias.

Às pessoas que sofrem com sintomas de ansiedade, insônia e depressão, por exemplo, as propriedades calmantes de alguns óleos essenciais oferecem um ganho em qualidade de vida. A farmacêutica Fabyane Duarte atua no Grupo Reinafarma e destaca os benefícios do óleo essencial de lavanda, um dos produzidos pela linha especial de óleos da empresa, a Reinabio.

Fabyane Duarte, farmacêutica da Reinafarma, explica que os óleos essenciais podem contribuir para melhor qualidade de vida de pessoas que possuem ansiedade, insônia e depressão (Arquivo pessoal)

“Para tratar a insônia o mais recomendado é o de lavanda, que tem um aroma muito bom e envolvente. Ele é extraído de uma planta que tem propriedades analgésicas e é um dos que mais indicados por terapeutas para combater a inquietação na hora de dormir. Alguns até prescrevem o uso do óleo essencial em substituição a um medicamento de uso controlado”, explica Fabyane.

A lavanda é utilizada há bastante tempo na aromaterapia para promover a sensação de bem-estar e ajudar a tratar problemas como a insônia e a ansiedade. Ela também pode ser usada durante o dia para diminuir o nível de estresse dos ambientes, especialmente para as pessoas que trabalham em casa.

Em relação à dificuldade de dormir, o óleo de lavanda também pode ser associado a outros tratamentos e hábitos, como terapia psicológica, alimentação balanceada e a prática de atividades físicas (Mareefe/Pexels)

Fabyane Duarte conta que há várias maneiras de usar o óleo de lavanda, além da inalação por difusão. “O óleo pode ser usado em compressas quentes e no banho para relaxamento, pingando algumas gotas no box para o aroma se espalhe. Há quem também pingue algumas gotas no travesseiro usado para dormir”, afirma. As propriedades analgésicas da lavanda são muito uteis para aliviar dores de cabeça e ela também pode ser misturada com óleos vegetais e de coco para realização de massagens.

A terapeuta ocupacional Lorena Narell Mendes conta que a aromaterapia a ajudou a ter noites de sono mais tranquilas. Ela e a namorada, Even Bitencourt, têm uma rotina intensa de trabalho e estudos e experimentaram o óleo de lavanda, juntamente com o de bergamota, para facilitar o sono. “O excesso de atividades não estava nos deixando dormir cedo e ao acordar nos sentíamos ainda cansadas. Então começamos a usar os óleos em um difusor com água uma hora antes de dormir, com uma quantidade que durasse pelas primeiras 3 horas de sono. Além de dar essa sensação de relaxamento, ele deixa o ambiente muito cheiroso. Percebemos que fez bem até para o sono dos nossos gatos”, relata.

Após sentir os efeitos dos óleos essenciais, Lorena também passou a usar a aromaterapia em sessões de terapia ocupacional com crianças hiperativas e os resultados foram igualmente satisfatórios. “É um recurso maravilhoso, aliado para a qualidade de vida”, finaliza.

Para saber mais sobre a aromaterapia e as opções de óleos disponíveis na Reinafarma, clique aqui.

Reinafarma
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!