Lixo nas praias: quais as consequências e soluções?

Ações simples como a coleta de resíduos protegem e contribuem o meio ambiente marítimo

Marina Pereira
fonte

Com a chegada do fim do ano, se aproxima o período de férias escolares e as viagens para as praias com a família. Porém, notícias de poluição no litoral brasileiro estão se tornando cada vez mais frequentes. A falta de limpeza e descarte de resíduos ao longo das praias, tem proporcionado grandes impactos ambientais, refletindo negativamente sobre os rios e oceanos.

A poluição dos corpos hídricos também tem ocorrido, pelo descarte incorreto de resíduos, diretamente sobre o solo, em locais impróprios, e por incidência de chuvas, tem levado parte do que é descartado nas cidades, diretamente para as áreas baixas, onde estão os corpos hídricos superficiais. Parte deste impacto ambiental só identificado pela presença de material que vem se acumulando às margens de praias e sobre a superfície das águas. Todos esses resíduos têm alterado a qualidade e balneabilidade de muitas praias, afetando diretamente o turismo, a pesca e principalmente os seres aquáticos.  

Os resíduos ou lixo, em particular o plástico, além de outros, ao longo dos anos tem prejudicado os oceanos e rios, e que por determinados momentos, são confundidos como alimento por seres aquáticos, que os ingerem, e em determinadas situações tem ocasionado a morte destes seres aquáticos. Comumente, tem sido encontrado no estoma dos seres aquáticos, pequenas quantidades de resíduos, principalmente os microplásticos. Este fator tem ocasionado a contaminação da cadeia alimentar, provocando sérios impactos na saúde e qualidade da fauna aquática e dos seres humanos.

VEJA MAIS

image Saiba como descartar os resíduos hospitalares corretamente
Antes de serem descartados, os resíduos devem ser divididos em grupos

image Veja dicas de ações sustentáveis para sua empresa
Saiba como começar a praticar a sustentabilidade no dia-a-dia do seu empreendimento

Segundo a Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA), a cada ano, cerca de 25 milhões de toneladas de resíduos são lançadas nos oceanos e, de acordo com dados divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU), destas, 13 milhões de toneladas correspondem somente a resíduos plásticos.  Esses números apontam a necessidade de se investir cada vez mais em ações voltadas para o gerenciamento dos diversos resíduos sólidos gerados diariamente no planeta.

Portanto, diante da necessidade de se executar ações que contribuam positivamente para avanços relacionados à eficácia do gerenciamento de resíduos sólidos, a seguir constam alguns fatores que podem proporcionar a redução de descarte de resíduos nos oceanos e rios: Redução do consumo desenfreado de materiais plásticos;  Redução do descarte irregular de resíduos sólidos; Adoção de práticas de reciclagem; Reaproveitamento de materiais; Intensificação de ações de educação ambiental, entre outros ações.

Por fim, torna-se imprescindível enfatizar a importância da realização de descarte ambientalmente correto dos diversos tipos de resíduos gerados diariamente. Em Belém, a Recicle Soluções Ambientais cria e executa estratégias exclusivas para oferecer soluções e inovações sustentáveis, observando a particularidade de cada área ou região. Para saber mais, clique aqui

Recicle
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!