Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Confira 5 dicas para cuidar do meio ambiente no cotidiano

Sustentabilidade demanda novos hábitos com relação ao consumo de energia, água, papel e a destinação de resíduos sólidos

Fabrício Queiroz

A preocupação global com os impactos da ação humana sobre o meio ambiente tem contribuído para uma importância cada vez maior da sustentabilidade seja no âmbito dos governos, das empresas e da sociedade. Para a população, as questões ambientais podem parecer de difícil compreensão inicialmente, mas, na prática, comportamentos ambientalmente corretos podem ser incorporados no dia a dia com atitudes simples.

1. Economize energia

As diversas fontes de energia são essenciais em muitos processos produtivos e estão presentes em várias atividades do cotidiano. Por conta dessa relevância, estar atento ao consumo de energia pode ser determinante para uma rotina mais sustentável.

Evitar o desperdício de energia elétrica em casa ou no trabalho, substituir eletrodomésticos e outros objetos por produtos mais eficientes e priorizar fontes de energia limpa e renovável são alguns gestos que causam um efeito positivo na preservação do meio ambiente.

VEJA MAIS

Como escolher uma empresa especializada em gestão de resíduos sólidos
Serviço especializado de tratamento de resíduos sólidos garante redução de impactos ambientais

Confira 3 dicas para ajudar com a gestão de resíduos em sua cidade
A atenção a hábitos do dia a dia favorece a coleta e o tratamento de resíduos sólidos

A energia gerada em sistemas de energia solar ou eólica, por exemplo, provoca menos danos ambientais que as usinas hidrelétricas. Da mesma forma, a opção por etanol e biocombustíveis reduz a poluição e as emissões de carbono e outros gases na atmosfera. Além disso, são atitudes capazes de melhorar até o orçamento doméstico, diminuindo os custos com a conta de luz a longo prazo e com o consumo de combustível.

2. Não desperdice água

A água é um dos principais recursos oferecidos pela natureza e um elemento essencial à vida, no entanto é um bem finito e que precisa ser preservado. Por isso, adotar atitudes de consumo consciente com a água são fundamentais para cuidar do meio ambiente.

Estimativas apontam que quando se desliga a torneira enquanto se escova os dentes, é possível economizar 18 litros de água por dia. Outras formas de desperdício também podem ser evitadas quando se fecha a torneira ao usar a mangueira ou lavar as louças, exemplo. Outra dica importante tem a ver com o sistema hidráulico das residências, já que a presença de vazamentos ou qualquer tipo de má regulação pode levar esse recurso tão precioso pelo ralo.

3. Busque alternativas para o uso de papel

A preservação das florestas é uma questão central para promover um ambiente mais equilibrado e resiliente às mudanças climáticas. Porém, muitas espécies servem de matéria-prima para a produção de papel, o que diminui a cobertura vegetal em muitas regiões.

Mesmo em um mundo cada vez mais digital, o papel ainda é bastante utilizado no dia a dia. As alternativas para diminuir um uso excessivo incluem: priorizar formas de registro com recursos online e reutilizar as folhas impressas para fazer rascunhos ou outras impressões no outro lado. As empresas prestadoras de serviços também têm incentivado os consumidores a adotar as faturas digitais ao invés dos boletos impressos. Uma migração simples e que incorpora até facilidades para realizar pagamentos em aplicativos ou internet banking.  

4. Separe corretamente os resíduos

Uma das práticas incentivadas pela legislação ambiental brasileira é a reciclagem. Mas para que esse processo seja efetivo é necessário que a população colabore com as cooperativas de materiais recicláveis separando papeis, plásticos, vidros e metais de forma adequada.

O apoio à coleta seletiva contribui para diminuir o impacto dos resíduos sólidos no meio ambiente (Marcelo Seabra / Arquivo O Liberal)

Antes de tudo, é preciso saber que esses materiais não devem ser misturados com os resíduos orgânicos. Também é necessário higienizar e acondiciona-los em embalagens específicas para cada um. Por fim, basta entregá-los aos trabalhadores das cooperativas ou depositar nos pontos de coleta seletiva. Assim, os resíduos terão como destino à reciclagem e não causarão impactos em vias públicas ou aterros sanitários.

5. Descarte adequado de materiais perigosos

Além dos resíduos orgânicos e dos materiais recicláveis, produtos como lâmpadas, pilhas e baterias, eletrônicos, pneus e outros também precisam de um descarte próprio e passar por processos de tratamento que são executados por um serviço especializado em gestão de resíduos, como o ofertado pela Recicle Soluções Ambientais.

Separar esses materiais e os encaminhe aos postos de coleta para descarte adequado. Dessa forma, você garante que esses produtos não contaminem o solo, os lençóis freáticos ou promovam outros danos ambientais. Para saber mais sobre os benefícios dessas e outras soluções para a gestão de resíduos, clique aqui.

Recicle
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!