Nutrição: qual a importância do acompanhamento profissional?

Planejamento e construção de cardápio diversificado estão entre os benefícios

Lorena Saraiva
fonte

Uma alimentação rica em frutas, verduras e legumes traz inúmeros benefícios para a saúde física e mental e o acompanhamento nutricional por um profissional capacitado é fundamental para o êxito nos resultados. A nutricionista Natália Vale, coordenadora do serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Mater Dei Porto Dias, explica sobre a importância da nutrição  no segmento de alimentação saudável.

De acordo a coordenadora, o acompanhamento nutricional apresenta vantagens como maior qualidade de vida, reeducação alimentar por meio de uma dieta equilibrada, emagrecimento, hipertrofia, melhora de performance esportiva, além da melhora da autoestima e prevenção e controle de diversas doenças crônicas ou não crônicas que possuem impacto da má alimentação.

image Natália Vale, coordenadora do serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Porto Dias, destaca a importância de um profissional no acompanhamento nutricional (Divulgação)

A rotina das pessoas está cada vez mais acelerada e muitas vezes manter uma alimentação saudável é um desafio. Natália dá algumas dicas para não perder o foco. “Deve-se tentar criar uma rotina alimentar, fazendo o planejamento de suas refeições da semana, elaborando  uma lista de compras: priorizando a compra de alimentos saudáveis e práticos, como iogurtes, frutas, cereais, barrinhas e frutas secas”. 

Ela apresenta algumas opções de lanches para não quebrar a dieta fora de casa. “Castanha-do-pará, castanha-de-caju, nozes, avelãs, pistache, amêndoa e amendoim são fontes de selênio, vitamina E e proteínas de boa qualidade”. Podem ser associadas com iogurte natural ou desnatado.

As frutas secas ou desidratadas como damascos, ameixas, uva-passa, tâmaras, maçãs, peras ou bananas são práticas para carregar e  mantêm o seu valor nutricional mesmo desidratadas. “Dê preferência àquelas fáceis de carregar e práticas de consumir: banana (1 unidade); maçã (1 unidade); pera (1 unidade); ameixa fresca (1 unidade); pêssego (1 unidade); uvas (8 bagos); morangos (8 unidades); tangerina (1 unidade)” . E outros alimentos práticos como chips de batata-doce, banana ou mandioquinha; sanduíche integral; biscoito de arroz e barra de cereais ou de nuts”, pontua Natália.

Outra dica é evitar ao máximo a compra e o consumo de alimentos processados e industrializados como macarrão instantâneo, nuggets e lasanhas congeladas.   O corpo responde de acordo com o que ingerimos e uma alimentação baseada em produtos processados, ricos em sódio e açúcar apresenta sinais como mau hálito, cabelos quebradiços, constipação, baixa energia e cansaço,diarreia, apatia ou irritabilidade;falta de apetite e imunidade baixa.

A nutricionista ressalta que a alimentação rica em fibras, frutas e verduras traz disposição para realizar as atividades diárias e benefícios.”Previne o envelhecimento precoce, melhora a qualidade do sono, melhora a concentração. Além de prevenir doenças infecciosas, diminui o risco de doenças crônicas, promove o crescimento e a renovação dos tecidos e regula a produção de hormônios”, finaliza a coordenadora.

 

Porto Dias
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!