Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Consumo consciente na arquitetura: saiba o que é e como usá-lo

Pensar em sustentabilidade é essencial nos projetos de arquitetura

Paloma Lobato

A sustentabilidade tem se tornado um tema essencial em todos os mercados de consumo. No setor da arquitetura e decoração de interiores, isso não seria diferente. Atualmente, os projetos dos ambientes têm passado por reformulações, onde a natureza e a conexão entre as pessoas estão sendo cada vez mais valorizados. 

O consumo consciente na arquitetura foi tema do podcast "Papo de Arquiteto", apresentado pela arquiteta Verena Brasil e que contou com a participação da arquiteta Patrícia Matos. 

Para a profissional, o consumo consciente na área "é ter a consciência de usar o que você tem, não desperdiçar material. Hoje em dia, o consumismo está muito alto. A pessoa não pensa como tal produto chegou até ela, como uma determinada cadeira foi produzida, com que material ela foi feita, quantos recursos naturais foram retirados para produzir aquela cadeira, quanto de água foi utilizada para tal produto, quanto de energia foi gerada pra produzir esse produto. Então, hoje, a gente tem que ter consciência disso, não financeiramente, mas consciência para o futuro do nosso planeta, das novas gerações", ressalta a arquiteta. 

A arquiteta e mediadora do "Papo de Arquiteto" Verena Brasil trouxe um debate importante sobre o cuidado com o meio ambiente (Reprodução/Arquivo Pessoal)

O primeiro passo nesse novo modo de criar projetos pensados de forma que a natureza seja respeitada, é a busca por profissionais de arquitetura que se adaptem a essa nova realidade, trabalhando em parceria com empresas que também priorizam a sustentabilidade.

"Uma coisa importante é que nós, profissionais da arquitetura, devemos ter a consciência de trabalhar com empresas que já se preocupam com o meio ambiente, porque temos que pensar nas novas gerações. Então, fazer com que essas empresas também busquem isso", destaca Patrícia.  

Obras sem desperdício

Os resíduos da construção civil são responsáveis por mais da metade do volume de resíduos sólidos gerados em meio urbano. E esse grande volume é resultado das práticas desenvolvidades no setor, que é um grande gerador de entulhos. Uma forma de amenizar esse tipo de problema é pensar em atitudes que façam a diferença para o meio ambiente.

"A gente tem que fazer com que as nossas obras e projetos não tenham desperdício de material, para que não gere esse entulho e, se gerar esse entulho, que o mesmo seja usado na própria obra. A gente tem que pensar de forma consciente. A gente tem que ter responsabilidade", ressalta a arquiteta. 

A arquiteta Patrícia Matos destacou a importância de pensar no meio ambiente nos projetos de arquitetura (Reprodução/Arquivo Pessoal)

Espaços deslumbrantes sem gastar muito

A natureza está reocupando os espaços no dia a dia. E para que quer gastar pouco, o ideal é apostar em projetos inteligentes, que aproveitam melhor os espaços para construir ambientes acolhedores e aconchegantes, levando em consideração a praticidade, o bem-estar e a conscientização ambiental. 

"Decoração não tem nada a ver com produtos caros, móveis caros. Ela é atemporal. A decoração é sua, é como você se sente, como você tá, do jeito que você gosta. É ser feliz na sua casa, no seu ambiente. É isso que a gente tá buscando", finaliza a profissional. 

Quer saber mais sobre consumo consciente? Ouça o podcast “Papo de Arquiteto” e fique antenado às principais novidades e tendências do universo da arquitetura, design e decoração.

Papo de Arquiteto
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!