Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Conheça os 8 remédios naturais para cuidar da sua saúde

Entenda o porquê é necessário manter cuidados preventivos com a saúde integral

Saúde e qualidade de vida vão além de ter acesso aos melhores recursos e estruturas assistenciais. Há mais de um século, a filosofia de saúde adventista vem mostrando que a preocupação com esses dois aspectos deve envolver também a valorização da prevenção e de uma perspectiva integral, em que os cuidados médicos estão relacionados a cuidados comportamentais, psicológicos e espirituais, alcançados através de meios naturais.

Nesse sentido, profissionais de saúde têm promovido a difusão do conhecimento sobre os 8 remédios naturais, gratuitos e disponíveis a todas as pessoas, que são capazes de promover avanços em todos os campos da vida, inclusive na prevenção de doenças. Conheça eles:

1. Alimentação saudável

Os avanços científicos têm mostrado que é necessário investir em uma alimentação que valorize a variedade, a qualidade, a moderação e a abstinência, isto é, priorizar alimentos que forneçam todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo, como carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. Ao mesmo tempo, é importante evitar o excesso de produtos que prejudicam o organismo, como café, mate, energéticos, além de drogas e álcool.

Algumas dicas relacionadas à alimentação que melhoram a qualidade de vida são: fazer três refeições regulares ao longo do dia, com intervalo de no mínimo 5 horas entre elas; reduzir a quantidade de consumo de óleo; preferir alimentos cozidos ou assados ao invés dos fritos; substituir o consumo de alimentos refinados e processados por naturais e orgânicos; aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes; diminuir a ingestão de sal, entre outros aspectos.

2. Água

Aliado à alimentação saudável, a ingestão regular de água também é um quesito fundamental para manter a saúde. Isso porque, além de matar a sede e manter o equilíbrio térmico, ela auxilia no desempenho de diversas funções do corpo, como o transporte de oxigênio, a comunicação das células e na formação do plasma sanguíneo.

Recomenda-se o consumo de cerca de 2 litros de água por dia, especialmente nos intervalos entre as refeições para evitar a distensão do estômago e a diluição de enzimas digestivas. Além disso, é importante diminuir a ingestão de sucos adoçados ou refrigerantes, que acabam contribuindo para o aumento dos níveis de açúcar e outros aditivos que prejudicam a saúde do estômago, rins e fígado.

3. Ar puro

O cuidado com a saúde também passa pela respiração adequada e em ambientes mais próximos da natureza e com menos poluição. A respiração auxilia, por exemplo, a diminuir a concentração de gás carbônico no organismo e aumentar a absorção de oxigênio, que fornece energia para o funcionamento das células.

Mesmo quando não é possível estar em áreas abertas, é necessário ter atenção com a qualidade do ar que se respira. Manter as janelas abertas nas residências ou no ambiente de trabalho ajuda na renovação do ar. Essa medida também é importante para se evitar o contato permanente com elementos químicos nocivos presentes na fumaça, inseticidas, incensos e outros produtos, que podem agredir as vias aéreas e causar irritações e alergias diversas.

4. Luz solar

A exposição adequada à luz solar também propicia melhorias para o corpo humano. Quando nos expomos ao sol, os raios penetram na epiderme e produzem uma reação fotoquímica que resulta na vitamina D. Esse hormônio contribui para a absorção de cálcio, que evita doenças como a osteoporose e raquitismo.

Vale ressaltar que a exposição excessiva ao sol é prejudicial, podendo levar ao surgimento de queimaduras, lesões a até câncer de pele. No entanto, o contato moderado por cerca de 15 a 20 minutos para quem tem pele mais clara e até 1 hora para as pessoas de tons mais escuros desencadeia uma série de benefícios, especialmente para crianças, idosos, grávidas e lactantes.

5. Exercício físico

Médicos de diferentes especialidades tem apontado há anos os benefícios da prática de atividades físicas para a qualidade de vida. Os exercícios ajudam no fortalecimento da massa muscular, no aumento da força física, na proteção das articulações, na mobilidade e no controle de peso.

Em paralelo a isso, a prática de atividades físicas auxilia no bem-estar, no humor, na melhoria da qualidade do sono e no combate a males psíquicos como a depressão e a ansiedade. Para ter acesso a essa série de benefícios, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda realizar 150 minutos semanais de atividades moderadas ou 75 minutos de atividade intensa. Os resultados são sensíveis e trazem impactos a longo prazo para a saúde.

6. Repouso

Da mesma forma que manter o corpo ativo é importante para a saúde, respeitar seus limites e aproveitar os momentos de descanso também é crucial. A sobrecarga de tarefas diárias pode levar a dificuldades de concentração, irritabilidade, queda da imunidade e até a quadros de depressão.

Nesse sentido, aproveitar o repouso seja dormindo a quantidade recomendada de sete a oito horas por dia, seja aproveitando um dia livre da semana para fortalecer os laços sociais, familiares e espirituais também tem um impacto positivo sobre as condições de saúde física e mental do indivíduo.

7. Exercer a temperança

Uma vida mais saudável exige também manter equilíbrio em todos os setores. Nesse sentido, é preciso dedicar o tempo de forma adequada à família, ao trabalho, ás relações sociais e outras atividades. Outro fator relevante é abdicar de hábitos tóxicos, como o consumo de álcool e outras drogas lícitas e ilícitas, bem como de ter moderação na prática daquilo que faz bem. Em suma, a ideia por trás da temperança envolve um conjunto completo de mudanças de hábitos que aprimoram o bem-estar e a satisfação.

8. Confiar em Deus

Por séculos ciência e religião pareceram dois campos inconciliáveis, porém pesquisadores contemporâneos vêm demonstrando a importância do exercício da fé e da religiosidade nos hábitos de uma pessoa e sua repercussão em condições de vida mais saudável.

Orar diariamente, estudar as escrituras sagradas, frequentar a igreja e se envolver nas atividades sociais e religiosas da comunidade tem se mostrado como componentes que favorecem a forma de lidar com as adversidades cotidianas, bem como impacta nos processos de cura.

Em suma, os oito remédios naturais mostram a importância de promover mudanças no estilo de vida e, assim, ganhar em vitalidade e qualidade de vida a longo prazo. Para saber mais sobre como promover sua saúde e também obter a melhor assistência médica, conheça a Rede Adventista do Pará clicando aqui ou agende suas consultas e exames pelos telefones (91) 3194-1133 / 3084-7533.

Hospital Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!