Ano novo, metas novas: Sesi Pará realiza atividades que priorizam saúde e qualidade de vida

Atividades físicas estão entre as principais metas para o início do ano

Conteúdo sob responsabilidade do anunciante
fonte

Faltam poucos dias para a chegada de 2023. Com a mudança de ano é hora de rever as conquistas, reavaliar os planos que não deram certo e definir os objetivos para o novo período.

Entre as promessas de ano novo mais comuns entre os brasileiros estão temas relacionados às finanças, trabalho, estudo e a melhoria da qualidade de vida, com a prática de uma atividade física regular e uma alimentação mais saudável.

As pessoas iniciam o ano com todo o gás e com muitos objetivos, o que acaba atrapalhando o alcance dos resultados. No campo da saúde, o ideal é iniciar com pequenas mudanças para garantir a manutenção dos resultados, como explica a profissional de Educação Física, Cilani Santos. “Se você não faz nenhuma atividade, comece devagar e não desista. Pode ser uma caminhada de 30 minutos, desde que você se comprometa a manter a regularidade”, indica o profissional.

Segundo Cilani, que é coordenadora de Esporte e Lazer do SESI Pará, os benefícios não demoram a surgir. “A Organização Mundial da Saúde indica 150 minutos de exercícios moderados à forte por semana, essas atividades físicas melhoram a aptidão cardiorrespiratória, a capacidade funcional, o tônus muscular, a capacidade de absorção de oxigênio, alivia o estresse”, comenta.

E muito se engana quem pensa que os ganhos são somente físicos. Muitas atividades promovem trocas sociais, integração e socialização, ajudando bastante à saúde mental dos praticantes. Um exemplo de quem não abre mão da atividade física é o senhor Godofredo Pinto de Araújo, aluno da hidroginástica do SESI Altamira. Hoje, aos 99 anos de idade, esbanja saúde e entusiasmo.

A prática da atividade regular garante ao seu Godofredo mais coordenação motora, equilíbrio, ajuda com a memória e na locomoção, além da interação com os colegas contribuir para a socialização do idoso. “Ele tem muita gratidão pela equipe do SESI que o atende e agradece a Deus pela vida e saúde”, afirma Merys Araújo, filha do aluno.

De acordo com a educadora física, o convívio social traz muitos ganhos para a saúde mental. “Passamos muito tempo isolados por conta da pandemia, o que para muita gente desencadeou questões como ansiedade, estresse e sintomas de depressão. O exercício físico é muito importante para quem quer melhorar esses aspectos, pois ajuda a regular a produção de hormônios e a melhorar a qualidade do sono, por exemplo”, detalha.

Dicas – Incluir o esporte ou atividades físicas na rotina faz muito bem para o corpo e para a mente. Abaixo seguem algumas dicas para priorizar a sua saúde e não abandonar a meta pelo meio do caminho.

Simplesmente comece! – Não consegue se matricular em uma academia? Faça caminhadas, escolha subir escadas, faça passeios de bicicleta, mesmo que por poucos minutos. O importante é não ficar parado.

Descubra uma modalidade que você goste   Não é todo mundo que gosta de musculação, por exemplo. Você pode nadar, correr, pedalar. Experimente e escolha algo que lhe traga prazer e diversão. Vinte minutos de exercícios feitos são melhores do que uma hora de exercícios que você deixou de fazer.

Não espere a motivação surgir – A disciplina é o que faz a diferença. A constância trará resultados visíveis como a redução da gordura corporal e a melhoria na disposição.

Fiepa
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!