Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Programações culturais agitam o mês de junho no Pará

Projetos recebem incentivo para organizar agenda de eventos

Lorena Saraiva

A cultura é um traço marcante na identidade de um povo e o estado do Pará é reconhecido pela sua forte presença cultural na vida da sociedade. Para contribuir com as manifestações culturais em todo o estado, a Equatorial Energia vem patrocinando o setor da cultura paraense por meio de várias iniciativas, e por dois anos consecutivos, a empresa foi a que mais investiu em cultura sendo reconhecida com o Selo Cultura Pará – Empresa Amiga da Cultura, destinado as companhias que mais patrocinaram projetos culturais.

Gastronomia do Amanhã, Projeto Cores, Sons e Sensações e Arraial do Pavulagem foram alguns dos projetos que receberam o apoio da distribuidora, que acredita em ações que promovem a inclusão, transformação e impacto social. No ano de 2020, com a pandemia de Covid-19, o cenário foi fortemente afetado como em outros estados do Brasil e a Equatorial investiu efetivamente no setor.

Os investimentos na área continuaram em 2021 com vários projetos como o Arraial do Futuro, uma série de quatro lives do Pavulagem. E em 2022, com a redução de casos de coronavírus em Belém e no Pará e a flexibilização das medidas sanitárias, as atividades presenciais voltaram com força total e o mês de junho tem uma agenda cheia de eventos como os arrastões do Arraial do Pavulagem, o Festejo Junino de Marabá e os episódios da nova produção dos Sampleados - especial São João, todos apoiados pela distribuidora.

Com o tema “Arraial do Pavulagem 2022: 35 anos de Pavulagem”, o grupo faz uma homenagem ao tempo de atuação do coletivo de artistas formado por Ronaldo Silva, Júnior Soares e outros nomes relevantes para a cultura da Amazônia.  As atividades começaram em maio com as primeiras oficinas e no dia 23 iniciaram os ensaios, que seguiram até o dia 29 de maio.

A abertura oficial foi no dia 9 de junho com a chegada do cortejo fluvial com a comitiva do Boi Pavulagem e os mastros de São João menino e os arrastões ganham às ruas a partir do dia 12 e continuam nos domingos de junho (19 e 26) e no primeiro domingo do mês de julho (3).

A nova produção da Platô Produções com a temática da festividade junina na Amazônia é outra opção de programação com pré-lançamento marcado para o dia 16 deste mês. O conteúdo foi organizado em três episódios que apresentam as manifestações culturais Cordões de Pássaros Juninos, balancê das quadrilhas e as cores do boi bumbá do Arraial.

Pré-lançamento da nova produção dos Sampleados especial São João será dia 16. (Ayla Anchieta)

O primeiro episódio aborda os pássaros juninos, sua sobrevivência, misticismo e imaginário e suas apresentações tradicionais. Este episódio foi gravado na Fundação Escola Bosque, em Outeiro.

O romance de uma estudante com um marinheiro no cenário de um arraial de vila organizado pelos moradores é o tema do segundo capítulo. Poesia, música e arte são os guias desta produção. E o terceiro e último episódio apresenta os bastidores da jornada das misses e das quadrilhas gravado na Estação Cultural de Icoaraci.

O elenco da nova temporada de webvídeos do Sampleados conta com artistas consagrados do cenário e artistas revelações. Moradores e personalidades dos locais das gravações também fazem parte do elenco e a produção musical é com músicas paraenses.

No sudeste do Pará haverá a 35ª edição do Festejo Junino de Marabá com o tema “Cambraia e Palmica, produtores ilustres da cultura marabaense”, de 24 de junho a 2 de julho. O evento é uma referência na região e tem o objetivo de provocar a integração cultural e envolver todos os segmentos e grupos e a comunidade local a partir das danças de quadrilha, boi bumbá e rituais típicos da expressão caipira.

Festejo Junino de Marabá é referência na região sudeste do Pará. (SECOM/PMM)

A programação é realizada na Arena Junina, na orla da cidade com uma estimativa de público em torno de 3 mil pessoas por noite com moradores da cidade e de outras localidades como Abel Figueiredo, Bom Jesus do Tocantins e Parauapebas.

O projeto também possui um lado social com a inserção de dezenas de crianças, adolescentes e jovens, que são frutos de projetos sociais e culturais que existem no município e dão visibilidade a ações sociais que retiram jovens em situação de vulnerabilidade social das ruas de Marabá.


A Equatorial Energia entende a importância dos projetos para a valorização e preservação da cultura do Estado e segue com o apoio para essas iniciativas. Não falta programação para aproveitar o mês junino, confere as datas e horários e chama os amigos para curtir junto.

 

 

 

 

Palavras-chave

Equatorial
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!