Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Saiba como o Novo Ensino Médio vai impactar no vestibular

A proposta do Novo Ensino Médio dá ao estudante a oportunidade de escolher a área do conhecimento em que deseja se aprofundar

Fabrício Queiroz

O sistema educacional brasileiro passa por uma mudança significativa a partir de 2022. O período marca o início da implementação do Novo Ensino Médio, que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para adotar um modelo curricular mais flexível e com maior carga horária.

As principais mudanças são: o aumento da carga horária mínima de 2,4 mil para 3 mil horas; o poder do estudante eleger parte das disciplinas que deseja cursar a partir de itinerários formativos que permitem aprofundar os conhecimentos em determinadas áreas do conhecimento; e a noção de projeto de vida, um programa para estimular os estudantes a refletir sobre as possibilidades de desenvolvimento pessoal e profissional.

De acordo com o Ministério da Educação, um dos objetivos da proposta é "aproximar as escolas à realidade dos estudantes de hoje, considerando as novas demandas e complexidades do mundo do trabalho e da vida em sociedade".

Na prática, o ensino se dará em torno de uma base comum que compreende 60% da carga horária. Nesse modelo, as disciplinas estão organizadas em áreas do conhecimento, semelhante ao Enem: Linguagens e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas. Já os demais 40% serão ofertados nos itinerários formativos.

VEJA MAIS

Educação ambiental: Grupo Rosana Bastos se integra a parque ecológico para fortalecer a cidadania As atividades de ensino do Grupo Rosana Bastos terão como laboratório prático uma área verde de mais de 180 mil m² em Belém

Conheça os principais desafios para quem deseja passar no vestibular em 2022 Equilíbrio emocional e planejamento dos estudos são fatores importantes para alcançar bons resultados

"Os itinerários formativos são ofertas à parte do currículo de áreas de conhecimento, trata-se de uma formação complementar aliada a escolha do aluno segundo suas preferências e aptidões. Os itinerários são constituídos de quatro eixos: investigação científica, processo criativo, mediação sociocultural e empreendedorismo", explica a professora Bianca Borges, diretora do Grupo Rosana Bastos, ressaltando que a instituição já vem se adequando à nova legislação.

"O grupo Rosana Bastos, já pensando na reforma, oferta, desde o ensino fundamental II, formações focadas em ciência e tecnologia, arte e empreendedorismo justamente para preparar esse aluno para o ensino médio e que para a sua escolha formativa já seja pautada em uma experiência anterior promovida pelo sistema de ensino", frisa.

A adequação do currículo à esta nova realidade educacional já é realidade na proposta pedagógica do Grupo Rosana Bastos (Divulgação/Grupo Rosana Bastos)

A professora avalia ainda que o Novo Ensino Médio tem uma ligação íntima com o Enem, que já contempla quatro áreas de conhecimento em sua aplicação. Com as mudanças, a tendência é que a preparação para o vestibular leve cada vez mais em conta as particularidades dessa nova realidade de ensino. "Como o Enem está com um projeto para adotar a modalidade discursiva nas áreas de conhecimento, o aluno do ensino médio deverá estar munido de conteúdo de qualidade e um poder de argumentação para construir suas respostas de acordo com a sua área de afinidade pessoal/profissional", afirma Bianca Borges.

As mudanças no Ensino Médio vêm sendo adotadas gradativamente. Neste ano, a obrigatoriedade é a alteração nas turmas do 1° ano e, somente em 2024, chegará a todas as três séries desse nível de formação. Por conta da novidade, muitos alunos ainda têm dúvidas sobre o modelo, no entanto, segundo Bianca Borges, há entre eles uma grande expectativa de que as mudanças vão refletir em melhor rendimento.

Para saber mais sobre a proposta pedagógica do Grupo Rosana Bastos no contexto do Novo Ensino Médio, clique aqui.

Palavras-chave

Curso Rosana Bastos
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!