Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Como escolher o peixe para a Semana Santa

Conheça algumas opções de pescado e receitas para a família no feriado

Izabelle Araújo

Evitar o consumo de carne vermelha na Sexta-Feira Santa é uma das tradições mais seguidas pelos brasileiros. O hábito, que tem origem na crença católica, torna a data uma oportunidade para usar a criatividade e preparar um cardápio leve e saboroso exclusivamente com peixes e frutos do mar.

No Pará, as opções de pescado tanto de água doce quanto de água salgada são muitas. Entre as mais consumidas pelos paraenses, estão o bacalhau, o filhote, o pirarucu, a pescada amarela, a dourada e o tambaqui.

Um ponto fundamental a se notar antes de escolher o peixe para as refeições da Semana Santa é a qualidade e o frescor do pescado. Nos supermercados Líder, além da variedade de opções, o extremo cuidado com a manipulação e a refrigeração garantem produtos de qualidade para o almoço em família. As opções de apresentação do pescado, com filé, em postas ou inteiro, trazem também diversas possibilidades de preparo.

Nos Supermercados Líder o cliente encontra peixes frescos e congelados de qualidade para o almoço em família (Izabelle Araújo)

Os preferidos na mesa

O almoço da Sexta-Feira Santa pode ser especial independentemente do estilo do prato escolhido, pois a grande variedade de peixes disponíveis no estado permite que o consumidor aposte tanto nos pratos mais simples quanto nos mais elaborados.

Grande parte das famílias gosta de consumir o bacalhau na ocasião, um peixe que simboliza a Páscoa em vários lugares do mundo. Com sabor marcante e que necessita de um preparo cuidadoso, o bacalhau é bastante versátil, mas a forma mais encontrada na mesa brasileira é o assado com legumes, que leva batata, pimentão, cenoura, cebola, tomate, azeitona, ovos cozidos e muito azeite para finalizar.

Com estes ingredientes e uma bandeja de 800 g do pescado é possível preparar um prato que serve 6 porções e custa em média R$ 100 reais.

O bacalhau com legumes é uma receita de origem portuguesa que é muito apreciada na mesa dos brasileiros (Banco de Imagens/Pixabay)

Outra receita muito apreciada é a caldeirada, que pode ter o caldo tradicional ou aquele enriquecido com tucupi e jambu. Para esse prato, os peixes mais usados são o filhote, a dourada e a pescada amarela, sendo o primeiro mais nobre e os demais mais populares, com preços que giram em torno de R$ 34 a R$ 22 por quilo. Esses pescados também são os preferidos para o preparo do peixe frito com os acompanhamentos do dia a dia que nunca decepcionam: arroz, feijão e a farinha/farofa.

Há quem prefira receitas mais leves como as saladas frias e quentes. Uma opção interessante para esse prato é a anchova, que tem um sabor singular muito aproveitado na culinária japonesa e um preço bastante atrativo (cerca de R$ 23 por quilo).

Variedade de espécies agrada a paladares diversos (André Oliveira / O Liberal)

Opção barata e versátil

Nos supermercados Líder, um dos peixes mais procurados para fazer parte do cardápio da Semana Santa é o tambaqui.

Peixes são fontes de vitaminas e fazem muito bem para a saúde (Divulgação/Líder)

Natural da região amazônica, esse pescado é o que tem maior quantidade de proteínas, sendo rico em vitamina A e D e conhecido por ser bastante saboroso devido à gordura que a sua carne possui. Para completar é um peixe que tem um valor mais acessível e permite o preparo de vários tipos de pratos.

Entre os mais famosos, estão o tambaqui assado de forno ou na brasa, o creme de tambaqui e o picadinho de tambaqui, que pode vir acompanhado de arroz de jambu e salada de feijão manteiguinha.

É válido ressaltar que o tambaqui vendido no Líder é proveniente de criatório inspecionado por órgão competente, boa parte proveniente da fazenda Três Marias.

Gostou das sugestões? Então antecipe suas compras para a Semana Santa e abuse da criatividade no almoço em família.

Conteúdo de Marca
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!