Reta final: veja dicas para alcançar a aprovação no vestibular

Cronograma de estudos no último mês antes do Enem ajuda a revisar detalhes e focar na aprovação

Carolina Gantuss | Especial para O Liberal

O terceiro ano é a reta final de uma longa caminhada na vida dos estudantes do ensino médio. E com o final de ano se aproximando, quem vai prestar vestibular já começa a sentir a pressão. Afinal, escolher qual carreira seguir e estudar para conseguir uma vaga concorrida nas faculdades e universidades do Brasil, é um desafio muito grande.

Apesar disso, é preciso entender que, mesmo com a correria do pré-vestibular, não adianta misturar matérias e tarefas na tentativa de fazer várias coisas ao mesmo tempo. É importante saber que uma rotina de estudos bem planejada é necessária para se sair bem nas provas. Por isso, pensar em estratégias de estudos e definir quais matérias focar já é um bom começo e, quanto mais cedo começar a preparação, menos difícil será. Com planejamento, foco e dedicação, é possível se preparar adequadamente para conquistar a tão sonhada vaga.

De acordo com alguns estudos, apenas uma parte da população mundial é realmente capaz de realizar mais de uma tarefa ao mesmo tempo com mais qualidade. Dessa forma, focar em uma única matéria por vez, pode ser mais produtivo do que tentar focar em várias ao mesmo tempo. Se não é possível dar conta de tudo concomitantemente, adotar alguns hábitos para aumentar a capacidade de foco e a produtividade ajuda a conciliar as tarefas das diferentes áreas da vida nesta fase de cobrança e pressão.

A estudante do 2º ano do Ensino Médio, Raissa Cavalcante, de 16 anos, está como treineira no vestibular deste ano. Mesmo assim, ela já tem se preparado para as provas e organizado um esquema de estudos que garanta uma das vagas tão desejadas de Direito ou Educação Física. “Mesmo não fazendo com a dedicação exclusiva que o vestibular exige, tento focar nas matérias e assuntos que provavelmente irão cair na prova e fixo com vídeo aulas, exercícios e dicas da internet de questões padrões do Enem que sempre caem”, afirma.

Revisões em sala de aula e simulados reforçam o conteúdo visto durante o ano (Ivan Duarte)

A estudante ainda ressalta que com as matérias que têm maior dificuldade, prefere estudar pelos exercícios já respondidos para que tenha um maior entendimento e que o descanso entre uma matéria e outra é necessário para uma melhor compreensão dos assuntos abordados. “Costumo pegar questões já respondidas e tento fazê-las até acertar, depois leio o conteúdo e descanso por uns 5 minutos à parte para não tornar tão cansativo. Geralmente faço isso alguns dias da semana à noite quando chego em casa”.

A edição de 2022 do Enem está marcada para acontecer nos dias 13 e 20 de novembro deste ano, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e conta com 3.396.632 inscritos. Entre eles, 1.284.916 estão cursando o último ano do ensino médio e precisam cumprir o desafio de aliar a rotina da escola com os estudos para o exame.

Mesmo sendo a primeira vez de Raissa sua expectativa é grande e se sente confiante de que terá um bom resultado. “Minha expectativa é dar o meu melhor pra ter um ótimo resultado, caso não atinja as minhas expectativas me dedicarei para o ano que vem, na qual será pra valer”.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de como montar um cronograma de estudos.

Liste os conteúdos a serem estudados

O primeiro passo para preparar o seu cronograma de estudos para vestibular é listar todas as matérias que precisam ser estudadas, sem deixar nenhuma disciplina de fora.

Sendo assim, vale consultar os livros do seu material do ensino médio ou cursinho, ou até mesmo os editais dos vestibulares que você pretende prestar.

Em seguida, estabeleça os tópicos que necessitam de mais atenção, de acordo com as suas principais dificuldades. Anotando tudo, você monta uma ótima base para o seu cronograma.

Horários bem definidos

Para ser aprovado nos vestibulares mais concorridos do País, é preciso ter determinação para seguir uma rotina de estudos definida, estabelecendo horários para todas as atividades do seu dia, desde a hora em que você acorda até o momento em que vai dormir. Inclua primeiramente no seu cronograma as atividades fixas, como suas aulas.

Depois, determine os melhores horários para as refeições e para as sessões de estudos, não deixando de incluir também momentos de pausa para que não fique tão cansativo.

O ideal é que os seus períodos de estudos não ultrapassem duas horas seguidas, sempre intercalando com pequenos intervalos de descanso. Assim, você evita que o seu cérebro fique sobrecarregado de informações, o que diminui a concentração e o seu aproveitamento.

Use recursos diferentes para variar o estudo

Além de ler o conteúdo das matérias, é importante utilizar outras ferramentas para diversificar as suas sessões de estudos e tornar esse processo mais dinâmico e interessante.

Alguns exemplos que podem ser incluídos no seu cronograma de estudos são: exercícios para aplicar os conteúdos; vídeo aulas com explicações; jogos on-line e quizzes com os conteúdos; filmes, documentários e podcasts sobre assuntos das matérias.

Faça os simulados

Outro item que deve estar no cronograma de estudos de quem vai prestar vestibular são os simulados. O ideal é que o candidato realize esse tipo de teste ao menos uma vez ao mês.

Com isso, é possível verificar os resultados dos estudos em um período, além de treinar a agilidade de resposta das questões durante a prova. Nos assuntos com maior dificuldade, procure por questões já respondidas para um melhor entendimento.

Carreiras Libshop
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!