Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Odontologia: novas tecnologias e expansão da atuação profissional permitem atendimento mais completo

Profissionais de odontologia ganham mais espaço no mercado e aliam saúde, funcionalidade e estética

Carolina Gantuss | Especial para O Liberal

Que a pandemia causada pela Covid-19 impactou gravemente diversos setores da economia global, não é nenhuma novidade. Porém, destes vários, uns foram mais impactados que outros. A Odontologia, por exemplo, teve que se adaptar para continuar operando durante o confinamento, pois como era uma atividade exercida presencialmente, qualquer superfície ou instrumento de trabalho era um potencial contaminador.

Maiores cuidados no uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para pacientes e profissionais, a utilização de teleatendimento e o desenvolvimento de novas tecnologias são alguns exemplos que permitiram essa adaptação, a qual foi muito importante para a retomada de crescimento do setor no pós-pandemia.

Segundo empresários e profissionais do mercado odontológico, o aumento na procura por cuidados de higiene bucal e por procedimentos estéticos dentários, assim como os avanços tecnológicos da indústria, fizeram com que o segmento crescesse e continuasse em crescimento continuamente.

Segundo o professor Marcelo Lobato, doutor em Biomateriais em Odontologia Estética e coordenador do curso de odontologia do Centro Universitário Fibra, o setor odontológico está se recuperando aos poucos, aumentando a demanda de pacientes. “O mercado está em processo de retomada e expansão espacialmente com tratamentos voltados para beleza da face e do sorriso”, afirma.

Como aponta uma pesquisa recente, realizada pela companhia irlandesa Research and Markets, o mercado deve movimentar, a nível global, quase US$ 35,7 bilhões (R$181,16 bilhões) até 2023 – mais de 5% em relação a 2018. Dados que foram reforçados pelo resultado de um levantamento feito pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), em que 9 em cada 10 brasileiros acreditam ser muito importante ir ao dentista com regularidade.

Tecnologia possibilita maior previsibilidade nos tratamentos (Freepik)

Para fazer frente a esta demanda, o Brasil já possui o maior número de profissionais da área, com aproximadamente 330 mil cirurgiões-dentistas, sendo que, de acordo com levantamento do Conselho Federal de Odontologia (CFO), o segmento, que possuía 269 cursos em 2016, está agora chegando a 345, um aumento de quase 30%.

Existem diversas ramificações que o dentista pode se especializar: na carreira clínica, há um dos grandes avanços para os próximos anos. Desse modo, estar presente nas áreas de prótese dentária, ortodontia e implantodontia, são algumas opções que o profissional pode escolher, como afirma Marcelo. “A odontologia estética relacionada à plástica de sorrisos, a implantodontia (implantes dentários), que possibilita ao paciente não só estética mas função também, e a Harmonização Orofacial, dentro das limitações previstas no código de ética, também podem ser realizadas por dentista”.

De qualquer modo, esse cenário é bastante desafiador para o profissional que deseja se posicionar no ramo. Ainda mais porque com as novas tecnologias aplicadas aos tratamentos e materiais de alta qualidade, os resultados entregues aos pacientes são cada vez melhores. E esse conjunto de fatores levam à valorização da odontologia perante a sociedade.

Mas com o avanço da tecnologia e dos estudos, e acessibilidade dos pacientes ao tratamento odontológico com implantes, é possível obter dentes modernos planejados por programa de computador, feitos de materiais de alta qualidade de força e estética, revolucionando o conceito de tratamento, uma vez que a execução dos procedimentos cirúrgicos e protéticos permitem restabelecer, com perfeição, a perda de um dente ou de todos.

Outro exemplo é o escaneamento oral e a odontologia 3D. Com eles, é possível projetar os dentes de um paciente em uma imagem 3D completa no computador, através de uma câmera intraoral, permitindo que eles sejam examinados em todos os ângulos possíveis, tornando possível projetar próteses no computador e trazê-las para o mundo real com uma impressora 3D.

Em relação à odontologia estética – ramo que mais cresceu nos últimos anos – já existe uma ampla gama de opções, que permitem que odontologista e paciente escolham intervenções e resultados, como é o caso da harmonização orofacial, por exemplo. Esse procedimento estético visa o equilíbrio do sorriso com a face.

Outras técnicas que também podem ser usadas por profissionais da área, é a bichectomia e a laserterapia, além de qualquer outro procedimento não invasivo.

Sendo assim, os dentistas habilitados estão autorizados a realizar tais procedimentos.
 

Carreiras Libshop
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!