Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Desenvolvimento de Software: uma área promissora

A procura de empresas por profissionais desta área é cada vez maior, o que valoriza o cargo e o torna mais atrativo para quem busca uma oportunidade

Carolina Gantuss, especial para O Liberal

Em um mundo cada vez mais digital e tecnológico, o desenvolvedor de software - profissional responsável por planejar e desenvolver um programa de computador - é considerado uma das carreiras mais promissoras para os próximos anos e está por trás de absolutamente tudo que se refere à tecnologia, desde o despertador do smartphone até o home banking da sua instituição financeira preferida.

Atuar desenvolvendo soluções utilizando linguagens de programação é fundamental para o avanço tecnológico, uma atividade cada vez mais necessária tanto nas áreas de saúde e educação até jurídica, segundo o desenvolvedor de software Romulo Pinheiro, que trabalha na área há 10 anos. “A tecnologia está presente em todas as áreas que conhecemos, podendo atuar desenvolvendo soluções para hospitais, faculdade, sistemas para advogados, sistemas para a polícia, desenvolvendo soluções bancárias, por exemplo”, afirma.

E como a tecnologia está presente diariamente na vida de milhões de pessoas ao redor do mundo, é importante saber que para tudo funcionar corretamente há um código de programação por trás desses produtos e é aí que entra o trabalho do desenvolvedor de software.

A busca das empresas por esses profissionais tem ganhado cada vez mais espaço, tornando a profissão de desenvolvedor um dos cargos mais valorizados, possibilitando a criação de negócios inovadores não só em ambientes empresariais como na própria relação com os consumidores, disponibilizando alguns serviços que passaram a fazer parte da vida de todo mundo, como a criação de sites, aplicativos de lojas, comidas, entre outros softwares que são construídos para serem usados pelos meios digitais, através de computadores, smartphones e outros dispositivos capazes de executar esses sistemas.

Vagas para desenvolvedor de software já superam outras áreas (Banco de Imagens / Freepik)

Os devs, como são chamados os desenvolvedores de software, ocupam funções bem relevantes, ganhando, em média, um salário de 4 a 5 mil um iniciante. Segundo Romulo, um desenvolvedor experiente pode ganhar de 6 a 8 mil reais, dependendo da área que atuar.

De acordo com o The Bureau of Labor Statistics (Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos), as vagas destinadas a desenvolvedores de software deve chegar a 21% até 2028, acima do esperado em relação a outras carreiras. Mesmo com as facilidades que a tecnologia possibilita, 91% das vagas ofertadas para desenvolvedor de software não são disponíveis para trabalhar home office.

Para ser um desenvolvedor de software, é preciso ter conhecimento em tecnologia e em computação. Formação superior na área, é uma das exigências do mercado de trabalho.

Existem dois tipos de cursos que formam desenvolvedores: bacharelado e tecnológico. Os bacharelados são cursos longos, com duração em média de 4 e 5 anos, já os tecnológicos que são mais práticos, costumam durar menos, em média 2 e 3 anos.

Se há um interesse em atuar como desenvolvedor, é bom saber quais requisitos e conhecimentos são exigidos, podendo mudar de acordo com a especialidade do profissional, mas no geral são quatro:

1. Front-end
É a parte frontal do software, também conhecida como interface. O desenvolvedor atua na aplicação que interage diretamente com o usuário – é aquilo que o usuário vê.

2. Back-end
Diferente do front-end, o back-end é a parte de “trás” do software. Esse desenvolvimento é mais focado na parte de organização e dinamização de informações que não são visíveis ao usuário.

3. Full-stack
É o profissional que atua tanto em front-end quanto em back-end, conseguindo receber, entender e entregar um projeto completo.

4. Mobile
É o desenvolvedor que programa, codifica e faz testes nas plataformas de celulares Android e/ou iOS. Para cada área são exigidas diferentes linguagens de programação e habilidades técnicas. Além disso, esses requisitos podem mudar conforme o tipo de aplicação ou software que a empresa quer desenvolver.

Confira algumas das formações que podem ser o diferencial para a área de desenvolvimento de software:

-Análise e Desenvolvimento de Sistemas
-Ciência da Computação
-Defesa Cibernética
-Engenharia da Computação
-Engenharia de Software
-Gestão da Tecnologia da Informação
-Jogos Digitais
-Redes de Computadores
-Segurança da Informação
-Sistemas de Informação
-Sistemas para Internet

Todos essas são ótimas opções para quem busca a formação aprofundada e a maior visibilidade na hora de ingressar no mercado de trabalho.

Carreiras Libshop
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!