Como conciliar dois empregos

Jornadas fixas ou temporárias são alternativa para obtenção de fonte de renda extra, mas exigem prudência

Carolina Gantuss | Especial para O Liberal
fonte

Quando as contas não fecham e os boletos atrasam, o jeito é procurar uma segunda atividade remunerada. A questão é que conciliar dois empregos significa acumular o dobro de responsabilidades e investir ainda menos na vida pessoal.

Com um planejamento do que é preciso fazer em cada um dos trabalhos, é possível evitar estresses, desgastes e entregar o máximo de performance nas funções, afinal, a ideia é permanecer nas duas ocupações.

Durante a pandemia surgiu uma modalidade chamada de overemployed, que causou um aumento na quantidade de pessoas no estilo de trabalho home office. Esse cenário fez surgir profissionais assumindo mais de um emprego.

E possuir mais de uma fonte de renda se tornou uma rede de segurança durante um período em que ocorreram muitas demissões e o fechamento de diversas empresas.

Assim, a possibilidade de trabalhar de casa mostrou aos profissionais, principalmente da área digital e tech, que o esforço poderia ser investido em responsabilidades de níveis equivalentes ou totalmente diferentes do emprego original.

Entre tantos casos, há quem possua um emprego principal fixo e nos horários livres realiza trabalhos como freelancer, que é um tipo autônomo que executa atividades de maneira mais independente, formando toda a sua renda mensal, sem precisar cumprir um horário pré-determinado, mas comprometido com prazos e, claro, resultados relevantes.

Dessa maneira, o prestador de serviço desenvolve trabalhos para pessoas físicas e jurídicas sem nenhum vínculo empregatício.

Se a necessidade é aumentar a renda mensal, é válido o questionamento sobre a duração de tal esforço, se é algo que será adotado apenas em curto ou a longo prazo. Por exemplo, para quem está pensando em juntar dinheiro apenas para uma viagem dos sonhos ou comprar um computador novo, tudo fica mais tranquilo, afinal, o esforço intelectual pode ser datado. Em outras palavras, se estabelece uma data limite para arrecadar o montante desejado de acordo com o tempo trabalhado e o valor recebido por dia ou mês.

image Senso de prioridade ajuda no dia a dia em mais de uma jornada de trabalho (Freepik)

Agora, se a situação exige a sustentação de dois empregos a longo prazo para manter gastos mensais rotineiros, o ideal é trabalhar com as habilidades atuais ao invés de ir para uma outra área, em que provavelmente se ganhe menos por não possuir uma experiência anterior.

Antes de encarar o desafio de assumir dois empregos, é bom lembrar que esse desafio consumirá muito tempo da semana. A seguir algumas dicas de como conciliar dois empregos:

A primeira questão a se perguntar é sobre a real necessidade das duas ocupações. Se a pessoa pode deixar um emprego e obter horas extras no outro sem deixar de cumprir suas obrigações financeiras, deve considerar fazê-lo.

Tentar negociar um aumento, mesmo que não chegue a ser equivalente ao ganho dos dois trabalhos, pode ser o suficiente para cobrir as necessidades.

Priorize suas responsabilidades

Uma hora ou outra seus trabalhos exigirão um esforço simultâneo. E, quando isso acontecer, é melhor se preparar para ter uma visão ampla das necessidades e saber trabalhar o que for mais urgente naquele momento. É bem importante que o profissional trabalhe bem suas relações de trabalho, principalmente no emprego formal, para que possa contar com a ajuda dos colegas quando imprevistos acontecerem.

Otimize seu tempo

Elaborar e seguir um quadro de atividades é uma boa dica para gerenciar as tarefas profissionais com os cuidados da casa. Preparar as refeições no domingo para congelar a comida em marmitas para a semana inteira otimiza o tempo.

A faxina da casa também pode ser escalonada. O segredo é nunca pular etapas, senão o ambiente vira uma zona e fica ainda mais complicado mantê-lo organizado.

Saiba a hora de parar

É preciso lembrar de relaxar. De nada adianta dedicar todo o tempo livre para o segundo emprego. O profissional ficará cansado e pouco renderá. Tirar momentos para descansar a cabeça, curtir a família e os amigos ou ler um bom livro são formas de diminuir o estresse e ficar mais disposto para executar as atividades. Até novas ideias podem surgir como fruto de uma mente descansada.

Preserve a sua saúde

Trabalho duplo e a falta de tempo não podem ser desculpas para o sedentarismo. Aliás, é justamente por causa da jornada estendida que deve-se manter a energia e praticar atividades físicas.

Ir de bicicleta de uma empresa para a outra é uma opção que pode ajudar na saúde e também no bolso com a economia com transporte.

Mas se isso não for possível, aproveitar o trajeto e ônibus para relaxar a mente e tirar um cochilo já espairece. Isso não substitui uma noite de sono, mas ajuda a descansar. 

Carreiras Libshop
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!