Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Atuação do historiador é importante para a memória da sociedade

Mercado oferece oportunidades na docência ou área técnica para graduados em História

Carolina Gantuss | Especial para O Liberal

O mercado de trabalho para historiadores é amplo e tem crescido muito no Brasil. Se essa for uma opção de carreira, é importante saber que é uma excelente escolha por conta do espaço garantido no mercado de trabalho.

Grande parte dos graduados em história atuam como professores em escolas públicas ou privadas, cursinhos pré-vestibulares, que preparam para o Enem, cursos específicos da disciplina e faculdades. Essa é uma das profissões mais disputadas da área de humanas e a maioria dos alunos que opta pelo curso superior, tem o objetivo de lecionar.

Mas já parou para pensar como funciona o cotidiano de um professor de história? Boa parte do seu tempo é ocupada em aulas, mas sua rotina não se resume a apenas isso. Ele precisa se dedicar ao planejamento dos conteúdos que serão apresentados aos alunos, à correção de provas e tarefas, às reuniões, entre outras atividades.

Embora os dias sejam corridos, com organização e uma boa gestão de tempo é possível cumprir todas as responsabilidades e ter qualidade de vida.

Em 2014, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que regulamenta a profissão de historiador e exige o diploma de curso superior para o seu exercício. O projeto ainda está tramitando no Senado.

É importante destacar que o título de bacharelado é indicado aos profissionais que desejam ser historiadores na prática, em organizações públicas ou privadas. Já a licenciatura é voltada aos que pretendem ser professores de história.

Em ambos os casos, é preciso ler muito e ser bem informado, além de um certo gosto por pesquisas. Independentemente da opção, existe uma matriz curricular comum que envolve o estudo de períodos da História e outras disciplinas específicas da área que necessitam de bastante conhecimento, como: História Antiga, História Medieval, História Moderna, História Contemporânea, História do Brasil, História da América, História da África, História e cultura afro-brasileira e indígena e Ensino de História.

Edifi cações e monumentos estão entre os elementos que podem ser estudados por historiadores sobre os contextos de acontecimentos e sociedades do passado (Freepik)

Além das áreas de ensino, o historiador também pode atuar em órgãos de cultura e museus, cargos administrativos ou organizando exposições e fazendo a gestão do acervo. Prestar consultoria para peças de teatro, filmes, documentários e novelas de época. Fazer gestão documental em arquivos públicos e privados. Atuar em órgãos de preservação do patrimônio arquitetônico ou museológico. Preparar material didático para escolas. Organizar arquivos pessoais ou empresariais que documentam a história de famílias e empresas. Se essa é uma opção que faz o coração vibrar e o impulsiona para transmitir conhecimento, vale a pena investir na profissão. Fazer o que se gosta é um dos principais fatores para alcançar a realização pessoal.

Média salarial para profissionais de História

A carreira no magistério continua oferecendo vagas em todo o país e os novos segmentos de atuação têm gerado cada vez mais oportunidades, com boa remuneração, para quem se forma em História. Os salários dos historiadores variam muito de estado para estado e o tipo de função que desempenham. Uma pesquisa realizada pela Wage Indicator Foundation revela a média mensal dos salários pagos a esses profissionais.

  • Professor na rede pública de ensino – de R$ 950 a R$ 1,8 mil;
  • Professor na rede privada de ensino – de R$ 1 mil a R$ 3,6 mil;
  • Funcionário em museus ou arquivista - de R$ 1,5 mil e R$ 3 mil;
  • Professor de universidades privadas – de R$ 1,8 mil a R$ 4,5 mil;
  • Professor de universidade pública – de R$ 4,3 mil a R$ 8,8 mil;
  • Consultor, gestor de acervo, produtor de livros didáticos e biografias – mais de R$ 5 mil;
  • Professor titular em universidade pública – de R$ 7,6 mil a R$ 17 mil.

O nível mínimo de instrução exigido para lecionar em universidades, é que o profissional tenha uma pós-graduação lato sensu, que é a especialização. Mas em alguns casos, é necessário o diploma de mestrado ou doutorado.

 

Carreiras Libshop
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!