Hospital Beneficente Portuguesa alerta sobre os riscos da hanseníase

Para conscientizar a população sobre a doença, complexo hospitalar adere à campanha Janeiro Roxo

Ana Paula Gama
fonte

A hanseníase é uma doença infectocontagiosa e crônica, que acomete principalmente a pele e os nervos. Ela é causada pela bactéria Mycobacterium leprae e pode atingir homens e mulheres em todas as faixas etárias. O Hospital Beneficente Portuguesa atua no combate dessa doença, por meio da campanha Janeiro Roxo, que conscientiza a população sobre os sintomas e riscos da hanseníase.

A dermatologista Danielle OIiveira de Sousa revela que, no Brasil, a doença atinge 15 mil pessoas por ano. Já no estado do Pará, a cada 100 mil habitantes, cerca de 35,2 mil pessoas são acometidas  pela hanseníase, que pode ser classificada como tuberculoide, indeterminada, borderline e virchorwiana.

image Danielle OIiveira atua no setor de dermatologia da Beneficente Portuguesa. Ela pontua quais são os tipos de hanseníase. (Arquivo pessoal)

“Todas as formas iniciam-se pela indeterminada, que apresenta como sintomas uma ou mais manchas brancas, com alteração de sensibilidade (temperatura, dor e toque). Pode evoluir espontaneamente para a cura ou progredir para outra forma clínica da doença, o que depende do próprio sistema imunológico do indivíduo”, explica a médica que atua na Beneficente Portuguesa.

Quando não há o tratamento correto, os sintomas da doença podem evoluir para o surgimento de múltiplas lesões, nódulos e inchaço nas áreas mais frias do corpo, como orelhas, cotovelos e joelhos. Além disso, pode ocorrer uma alteração de sensibilidade ou até mesmo alteração motora, devido ao surgimento de deformidades pelo corpo.

VEJA MAIS

image Centro de oftalmologia da Beneficente Portuguesa é referência no Pará
Instituição realiza consultas, exames e cirurgias para todos os tipos de doenças oftalmológicas

Diagnóstico

Diante desse cenário, o diagnóstico e o tratamento devem ser os mais precoces possíveis, pois é uma doença que tem cura.

“O diagnóstico é essencialmente clínico, feito por meio do exame físico e dermatoneurológico. Em casos onde existem maiores dúvidas, podemos lançar mão de biópsia de pele, baciloscopia, entre outros exames auxiliares. Em algumas formas da doença, resultados negativos não afastam o diagnóstico, sendo o diagnóstico clínico preponderante”, destaca a dermatologista.

Acredita-se que a transmissão da hanseníase ocorre por meio do contato com secreções de uma pessoa infectada pela doença. O tratamento é feito com antibióticos que têm como função matar a bactéria causadora da doença.

“Quanto mais cedo for o diagnóstico da hanseníase, melhor, pois o tratamento, além de curar a doença, interrompe a transmissão e previne as sequelas. É fundamental procurar um serviço de saúde quando existem sintomas. Por meio da campanha Janeiro Roxo, podemos conscientizar cada vez mais as pessoas sobre a doença e seus sintomas”, finaliza Danielle Oliveira.

Para saber mais sobre as campanhas de conscientização e serviços da Beneficente Portuguesa, clique aqui.

Serviço:

Complexo Hospitalar da Beneficente Portuguesa

Urgência e Emergência
Contatos: (91) 3215-4325 / (91) 3215-4414

Unidade Hospital São João de Deus

Endereço: Rua Boaventura da Silva, 895

Unidade Hospital D. Luiz I

Endereço: Av. Generalíssimo Deodoro, 868
Contato: (91) 3215-4444
Redes Sociais: @beneficenteportuguesaoficial
Site: beneficenteportuguesa.com.br

Beneficente Portuguesa
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!