Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Biópsia a vácuo e agulhamento por mamografia: novos exames disponíveis no Amaral Costa

Exames oferecem resultados mais precisos para o diagnóstico de doenças mamárias

Lorena Saraiva

Para obter diagnósticos e resultados de exames de mama mais precisos, o Amaral Costa Medicina Diagnóstica oferece dois novos exames: a biópsia a vácuo e o agulhamento por mamografia.

A biópsia a vácuo ou mamotomia consiste em um procedimento para retirar uma lesão ou amostras de uma lesão suspeita da mama utilizando uma tecnologia avançada que a aspira com exatidão por meio de uma agulha. 

O exame é indicado para a retirada de nódulos suspeitos menores que 2 cm ou grupamentos de calcificações suspeitos. Considerando todos os procedimentos intervencionistas da mama, a biópsia a vácuo é o procedimento que retira maior quantidade de tecido da lesão, sendo capaz de removê-la por completo, em alguns casos.

A  médica Adriana Tanaka, especialista  em radiologia e diagnóstico por imagem, explica que a mamotomia pode ser feita em lesões de modo geral. “Sempre vale lembrar que nem toda lesão classificada como suspeita é maligna. Grande parte delas é benigna ou ainda uma atipia, que pode ser considerada em alguns casos como alteração precursora do câncer de mama – nestas situações a mamotomia retira toda a lesão, ou seja é resolutiva, realizada ambulatorialmente, sem necessidade de internação".

A médica Adriana Tanaka explica a importância das biópsias para a saúde (Fran Mutó Fotografia)

Ela complementa detalhando que em casos de lesões malignas, o procedimento também pode ser feito de acordo com o profissional assistente. “Nos casos de malignidade, a conduta adequada será definida pelo médico assistente. Algumas vezes se faz necessária a ampliação da área retirada, para garantir margem livre de doença e avaliação axilar – porém, sempre após a biópsia a vácuo, é depositado um clipe de titânio, minúsculo, mas que é visível nos exames posteriores e permite a localização pré-operatória antes da cirurgia ou apenas o seguimento da área anteriormente biopsiada”.

A biópsia a vácuo é realizada em ambulatório de forma rápida e cuidadosa com anestesia local. Após o procedimento,a paciente precisa ficar um breve período de repouso e em seguida é liberada.

O agulhamento por mamografia ou localização pré-operatória guiada por estereotaxia é recomendado  quando existe uma lesão não palpável no âmbito clínico e permite que o médico identifique a lesão com exatidão durante a cirurgia agregando mais agilidade e eficiência ao procedimento. A indicação para realização do exame é no máximo até 48 horas antes da cirurgia. 

Os dois novos exames disponíveis no Amaral Costa Medicina Diagnóstica possuem uma tecnologia diferenciada com um método de localização matemático, que utiliza um sistema de coordenadas em três dimensões.

A Dra. Adriana Tanaka ressalta que a união entre a alta tecnologia dos novos procedimentos e a habilidade dos médicos possibilita mais eficiência para os pacientes. “A estereotaxia é um ótimo exemplo de integração da alta tecnologia com o conhecimento médico. Apesar da grande melhora das tecnologias - mais intuitiva, precisa e rápida – ainda é essencial um médico habilitado e com amplo conhecimento tanto de mamografia e intervenção mamária para localizar corretamente a lesão quanto da própria tecnologia da estereotaxia para reconhecer e lidar com todos os meandros do procedimento”.

Amaral Costa
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!