Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Amaral Costa traz a Belém a tecnologia de mamografia 3D

O aparelho de tomossíntese permite um exame mais rápido e de maior resolução, facilitando o diagnóstico em mamas mais jovens

A capital paraense já está equipada com a tecnologia mais moderna do Brasil para exames das mamas. É o aparelho de tomossíntese, ou mamografia 3D, que realiza uma pesquisa mais aprofundada que a mamografia convencional e semelhante ao exame de tomografia.

O equipamento adquirido pelo Amaral Costa Medicina Diagnóstica, conta com o primeiro compressor curvo aprovado para uso em todo o mundo, que permite exames mais rápidos, mais seguros e mais confortáveis.

O compressor curvo promete mais conforto para um exame que é historicamente conhecido por ser incômodo para as mulheres. (Divulgação / Hologic, Inc.)

A médica Adriana Tanaka, radiologista e especialista em imagem das mamas, explica que a tomossíntese é a evolução da mamografia. “Nela vamos ter várias imagens e poder selecionar vários cortes para ver camada por camada da mama. A resolução da imagem é melhor, e com isso conseguimos identificar pequenas lesões com mais facilidade, especialmente nas mamas mais jovens e densas”, afirma a profissional que atua no Amaral Costa.

A tomossíntese é reconhecida como um exame capaz de detectar entre 20% e 65% mais cânceres invasivos que a mamografia convencional 2D, além de reduzir a frequência de reconvocações em cerca de 40%.

A profissional reforça que a mamografia é um exame totalmente válido e importante que todas as mulheres façam quando chegar na idade correta. “Mas para aquelas que têm históricos de câncer na família e desejam fazer o controle mais cedo, vale avaliar com seu médico ginecologista ou mastologista a possiblidade de prescrever a tomossíntese, por ter maior eficiência no diagnóstico em mamas jovens”, esclarece Adriana Tanaka.

A radiologista Adriana Tanaka ressalta as vantagens do novo método de diagnóstico na prevenção de doenças que atingem as mamas (Divulgação/Amaral Costa)

Em conjunto com o aparelho de tomossíntese também foi adquirido pela instituição o sistema de biópsia Affirm®, que agiliza as etapas da intervenção (biópsia e localização pré-operatória), permitindo um procedimento com menor dose de radiação, mais preciso e confortável. 

A tomossíntese já está disponível para os clientes do Amaral Costa Medicina Diagnóstica, no momento, somente para atendimentos particulares.  

“Daqui a 5 ou 10 anos é provável que a tomossíntese substitua grande parte das mamografias, ou seja, estamos preparados para o futuro”, conclui a radiologista.

Confira mais informações sobre os serviços do Amaral Costa Medicina Diagnóstica.

Amaral Costa
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!