Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Deputados apresentam relatório parcial da CPI da Vale S.A.

Resultados obtidos foram gerados após a execução de oitivas e o cumprimento das metas estabelecidas

Conteúdo sob responsabilidade do anunciante. Texto: Andrea Santos

A comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), que investiga a atuação da empresa Vale S.A., apresentou na manhã da última terça-feira (15), durante Sessão Ordinária, o Relatório Parcial das atividades da realizadas desde o início dos seus trabalhos, em 26 de maio de 2021. O prazo de funcionamento estabelecido era até setembro, mas foi prorrogado para dezembro, em seguida até o mês de abril.

Ao reiniciar os trabalhos da CPI da Vale S.A em 2022, se faz necessário verificar os resultados obtidos até o momento, antes as oitivas executadas e o cumprimento das metas estabelecidas e, de igual forma, o planejamento para continuidade dos prováveis resultados a serem alcançados, em consonância com as metas traçadas com a Vale S.A. e as identificadas sem conclusões definitivas.

"Já tivemos um resultado do nosso trabalho. A Vale S.A. passou aos municípios do Pará, um total de quase R$ 700 milhões , elevando o índice de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de todos os municípios. O município de Belém, por exemplo, de R$ 41 milhões de ICMS saltou para quase R$ 70 milhões. Ananindeua, que em média arrecadava R$ 10 milhões por mês, foi para R$ 18 milhões", disse o deputado Eraldo Pimenta, presidente da CPI da Alepa.

O deputado Carlos Bordalo, integrante da CPI, disse que "algo que ficava escondido está vindo à tona. Foi esta CPI que jogou o debate sobre a questão da sonegação embutida. A maioria do nosso ferro vai para a Suíça, e é comprado pela própria Vale internacional na Suíça que é responsável pelas tratativas e negociações para diversos mercados".

De acordo com o relatório, os resultados obtidos até a presente data, foram gerados após a execução de oitivas e o cumprimento das metas estabelecidas. A CPI resgatou passivos sociais, econômicos, culturais e ambientais provocados pela mineração, exigidas em condicionantes de licença de operação da mina de Onça Puma, ora descumpridas, que provocou com maior brevidade por parte da mineradora Vale.

Os cumprimentos de condicionantes como a implantação do Hospital de Ourilândia, Defesa Civil Municipal e acesso à internet para as comunidades locais foram outros benefícios gerados a partir das cobranças feitas após a implantação da CPI, sendo estes cumprimentos das metas estabelecidas.

De, de igual forma, o planejamento para continuidade dos resultados a serem alcançados, em consonância as metas traçadas com a Vale S.A. e as identificadas sem conclusão definitivas, são:

1. Projeto Ferrovia do Pará - FEPASA - Estudos estão avançados com conclusão de projetos para o exercício de 2022, devendo ter acompanhamento através de Comissão Permanente da CPI, em conjunto com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) até a sua efetivação total e início das obras.

2. Hospital Regional de Ourilândia do Norte - Foram iniciadas as obras, com conclusão prevista para outubro de 2022, com investimento diretos da Vale, na ordem de R$ 130 milhões.

3. A Tecnored em Marabá - Foram lançadas as pedras fundamentais de início das obras, com início previsto para 2022, firmando inovação tecnológica única, para implementação de novas tecnologias na produção de ferro-gusa, com investimentos na ordem de US$ 500 milhões.

4. Novo Polo Metal Mecânico para verticalização da cadeia do minério de ferro, com o intuito de verticalização de produção metálica de médio porte, provendo a região de grandes investimentos, geração de empregos e renda, com fornecimentos de garantias financeiras, por parte da Vale S.A, na ordem de US$ 300 milhões.

5.Investimento de reestruturação e modernização, em ambiente tecnológico, na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), para inovação de controles em toda a área ambiental, no valor de R$ 26 milhões, tendo sua execução em andamento conforme relatórios já expedidos.

6. Instalação e execução das Usinas da Paz já implantadas duas unidades e em projeto a conclusão de outras quatro unidades, totalizando seis, provendo a educação, o convívio e a melhoria das condições periféricas da população, em especial de baixa renda, com investimentos totais na ordem de R$ 80 milhões, totalmente pagos pela Vale.

7.Proposição de pagamentos de ICMS e Taxa de Mineração, em contencioso administrativo e/ou judicial, pela Vale S.A., através do programa PROREFIS, fazendo com que houvesse acréscimo substantivo das receitas estaduais, até 31/01/2022, na ordem aproximada de R$ 1 bilhão, provendo uma distribuição de ICMS/FUNDEB, na ordem de 81% sobre a média de 2021.

Alepa
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!