Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Remo se prepara para estreia na Copa do Brasil de olho no caixa

Leão precisa desbloquear parte da cota de participação na competição. Somente na primeira fase, a cota é de R$ 500 mil

Fábio Will

O Remo entra em uma semana decisiva e que pode ajudar bastante no planejamento financeiro do clube. O Leão joga na próxima quarta-feira (13), contra o Serra-ES, pela primeira fase da Copa do Brasil. Em caso de empate ou vitória azulina, o clube garante a vaga na próxima fase contra o Vasco-RJ (teoricamente em Belém) e parte da cota de R$ 500 mil, haja vista que um pedaço deste montante está bloqueado pela Justiça do Trabalho. Sem contar o clássico Re-Pa, que é no dia 17 de fevereiro. 

Nesse período, o Remo pode garantir quase R$ 1 milhão de reais, valor esse revelado pelo presidente Fábio Bentes, que conversou com a equipe de esporte de OLiberal e disse que prioriza o jogo contra o Serra, justamente por conta da cota. 

"A questão financeira é fundamental nesta semana. Se passarmos pelo Serra, ganharemos uma nova cota e teremos a renda com o jogo contra o Vasco, além do Re-Pa, que é um jogo de boa renda.Estamos trabalhando para desbloqueio da cota da Copa do Brasil para quitar os salários débitos antigos com os funcionários", contou. 

Fábio Bentes contou que a Copa do Brasil é encarada com muita seriedade pelo clube e relembrou momentos bons do Remo na competição:

"O Remo sempre se saiu muito bem na Copa do Brasil. Nos anos 90, chegou a ser semifinalista, mas nos últimos anos não tem tido sucesso. Em 2018, conseguimos passar de fase, evoluímos, mas não passamos da segunda. Priorizamos este jogo, o técnico João Neto levou atletas que não tiveram minutos jogados para Tucuruí, pensando em poupar jogadores que ele pretende utilizar contra o Serra, evitando desgaste de viagem e jogo e contusões", disse. 

Perguntado se essa cota da Copa do Brasil está dentro do planejamento financeiro do Remo para 2018, Bentes frisou que não pode "contar com o ovo dentro da galinha" e que vai seguir o planejamento traçado pelo clube, com cota ou sem cota. 

"O jogo não faz parte do planejamento financeiro, mas se vier será de bom grado, até porque podemos atualizar algumas coisas lá na frente e antecipar outras. O ideal é que o Remo avance (na Copa do Brasil), mas se não avançarmos vamos seguir o que planejamos no pior cenário já traçado", disse.

 

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES