Prazo da obra, nova capacidade e preço; conheça detalhes da reforma do Mangueirão

Estádio ficará fechado por mais de um ano

Redação Integrada

Uma reunião ocorre nesta manhã entre o governador do Estado Helder Barbalho, os presidentes de clubes que disputam o Parazão e representantes da Federação Paraense de Futebol (FPF), onde será apresentado o projeto de reforma do Mangueirão.

O estádio que possui 42 anos e que teve a última reforma no início dos anos 2000 passará por uma grande obra. Uma fonte informou ao OLiberal que o torcedor paraense ficará um bom tempo sem jogos no Mangueirão. A obra terá início em novembro deste ano e será entregue no mês de julho de 2022.

Um detalhe no projeto do novo Mangueirão é o aumento da capacidade, que passará para 53.645 lugares. Atualmente o estádio está liberado para apenas 35 mil pessoas. As rampas terão também uma cobertura, além de um novo anel de arquibancadas atrás dos gols no nível do gramado. A obra do Colosso do Benguí está orçada em R$155.801.387,73 milhões.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES