Em nova tabela, FPF marca estreia do Remo em Belém e adia Re-Pa

Veja quais são as novas datas do jogo entre Remo e Tapajós e do Re-Pa!

Andreia Espírito Santo

A Federação Paraense de Futebol  (FPF) alterou as datas de alguns jogos do Campeonato Paraense 2019. Remo e Tapajós será no domingo, 3 de fevereiro, às 16 horas, no Mangueirão. A informação é do diretor de competições da Federação Paraense de Futebol, Paulo Romano. O jogo é válido pela primeira rodada do Parazão 2019. Ele estava marcado para ocorrer no dia 20 de janeiro, mas foi adiado por causa da interdição do Mangueirão. 

O jogo será realizado no dia 3 de fevereiro com a capacidade reduzida para até 22 mil pessoas. "Não teve reunião. Mas na sexta-feira ficou definido que o Mangueirão vai estar liberado a partir do dia 27 de janeiro. Estamos aguardando só os laudos chegarem na federação para confirmar definitivamente que o local do jogo entre Remo e Tapajós será no Mangueirão. O jogo será no dia 3 de fevereiro, às 16 horas", explicou Paulo Romano. 

Antes do jogo em Belém, o Remo vai para Santarém enfrentar o São Raimundo. O jogo será no sábado (26), às 20 horas, no Colosso do Tapajós, sendo válido pela segunda rodada do Parazão. O presidente do Remo, Fábio Bentes, aprovou as mudanças. "Dentro das possibilidades foi a melhor opção", comentou. 

Três jogos da terceira rodada do Parazão também vão mudar de data. Independente e Remo será no sábado, 09 de fevereiro. Já Castanhal e Paysandu será no domingo, 10 de fevereiro. São Francisco e Tapajós será no sábado, 9 de fevereiro. 

O diretor de competição da FPF ainda informou que o primeiro Re-Pa de 2019 mudou de data. O jogo será realizado no dia 17 de fevereiro, às 16 horas, no Mangueirão. A partida será uma semana depois da data que estava marcada anteriormente. O jogo seria no dia 10 de fevereiro, mas foi necessária a mudança para que o Mangueirão fique liberado com a capacidade máxima, que é de 35 mil pessoas. A partida é válida para a quarta rodada do Parazão. "O Re-Pa vai passar para o dia 17 de fevereiro",  informou Paulo Romano.

Futebol