Árbitro que processa Paysandu por tentativa de homicídio desabafa: 'Vi a morte de perto'

Rafael Bastos foi agredido no jogo entre Carajás e Paysandu pelo Parazão sub-20

Andre Gomes

O árbitro Rafael Bastos, que acusa o Paysandu de tentativa de homicídio, usou o Instagram para se manifestar pela primeira vez após sofrer agressões de atletas e um membro da diretoria durante uma partida do Campeonato Paraense sub-20, contra Carajás, no último domingo (24). Ontem (27), a Redação Integrada de OLiberal.com falou com o pai de Rafael, Ivanildo Gomes.

LEIA MAIS 

 

 

A AGRESSÃO

 

CONFIRA A PUBLICAÇÃO COMPLETA DE RAFAEL BASTOS

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Finalmente decidi me pronunciar sobre o ocorrido lamentável do último domingo (24/11) na categoria Sub-20, algo que jamais imaginaria vivenciar nesses quase 9 anos de carreira dentro da arbitragem. Quem me conhece sabe o quão a sério eu levo a minha profissão, o quanto me dedico para ser um bom árbitro e como lutei para chegar e me manter onde eu estou hoje. São 9 anos de uma carreira ilibada, sem nenhum tipo de conduta que desabone o meu nome e o meu caráter. Sou profissional e imparcial, respeito aqueles que respeitam o meu trabalho, mas, o que está acontecendo nos dias de hoje? Até quando pessoas desqualificadas e descontroladas estarão atuando nas categorias de base? Até quando irei sair da minha casa sem saber se voltarei bem ou vivo? O que aconteceu no domingo foi de uma COVARDIA sem igual, nunca vista em lugar algum! Quem estava lá, infelizmente presenciou cenas de selvageria de mais de 15 pessoas contra apenas uma, que tentou de todas as formas se defender e não conseguiu, que foi jogada no chão e agredida sem piedade com socos, pisões e chutes (inclusive no rosto) por "animais" que ali estavam. Até quando, meu Deus? Será que jamais conseguirei fazer o meu trabalho com segurança? Tenho fé em Deus que os culpados pagarão por isso, que todos serão punidos como merecem, não só pela justiça dos homens, mas também pela justiça divina. Não é justo eu ficar 3 dias sem poder trabalhar, tendo que passar por acompanhamento psicológico, ficar gastando o meu dinheiro com medicamentos, sentindo dores pelo corpo e esses COVARDES ficarem impunes. Vamos dar um BASTA nisso! Sim, eu vi a morte de perto e irei até o fim para que a justiça seja feita. https://www.oliberal.com/esportes/futebol/pai-de-arbitro-agredido-processa-o-paysandu-por-tentativa-de-homicidio-meu-filho-lutou-pela-vida-1.216667

Uma publicação compartilhada por Rafael Bastos C. (@rafaelbastos32) em

 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES